Tamanho da letra: A+  |  A-
 
  VOLTAR É SEMPRE UM RECOMEÇO

 FERNANDA DANNEMANN

 

A gente está sempre indo a algum lugar, e se não vamos ao cinema, ao mercado, à casa de alguém ou a Paris, numa viagem de férias... estamos ao menos indo rumo ao futuro. Indo, indo, sem parar, como um ponteiro nervoso de relógio, que não para porque não pode e nem quer ficar pra trás.

E nesta onda de ir, o curioso é que desejamos chegar cada vez mais distante, já reparou? O mundo moderno não tem fronteiras... queremos ir longe no trabalho e alçar todas as promoções possíveis; nas férias, sonhamos com passeios longínquos pelos lugares mais exóticos e remotos do planeta. É como se fôssemos conquistadores, desbravadores da experiência... sempre indo, indo...

Parar pra pensar já não faz parte do trajeto: "parar" é o mesmo que "estagnar", e quem é que quer ficar para trás em tempos vorazes de Facebook e Linkedin? Pega até mal sumir do mapa por uns dias. "Pensar", além de dar trabalho, pode vir a doer bastante, e quem é que quer sentir dor em tempos de consumo selvagem e prazer imediato? Dor é coisa do passado... 

E o que fazer com o cansaço de viver assim?

Ir é quase sempre uma festa; a gente vai, vai, vai... e às vezes até se perde pelo caminho, o que faz parte da diversão. Se houver incômodos, não faz mal... isso faz parte do percurso. Quem é que nunca teve uma bolha no pé ou chorou uma decepção? Mas sempre chega o dia em que a gente pega uma rua sem saída, e então, numa hora como esta, não tem jeito: a gente tem é que voltar.

Voltar é sempre um recomeço. Seja voltar pra casa, à noitinha, no fim do expediente... seja voltar de férias, depois de uma viagem a Nova Iorque... voltar para o trabalho, de manhã cedinho... voltar para a casa dos pais, após o divórcio... ou para o casamento, depois daquela separação dolorosa... ou para o abraço daquele amigo, que nos decepcionou... para a faculdade, depois de muitos anos, ou voltar para a realidade, quando acordamos de uma paixão violenta... ou mesmo para um projeto que havíamos abandonado...

A gente tem sempre uma estrada pra retomar, um caminho pra continuar seguindo, uma história para a qual regressar... e recomeçar, como uma chance que a vida nos dá de fazermos as coisas de um outro modo, quem sabe? A simples oportunidade de olhar o cotidiano com olhos diferentes já muda tudo. Ponha um pouco de curiosidade no seu olhar; e se puser um pouquinho de doçura a mudança será ainda maior. Pode não ser fácil, mas é tudo uma questão de exercício, como a gente faz com o bíceps, na academia... e ele vai crescendo e ficando forte, sabe como?

Voltar é sempre um recomeço. Decide aí como é que você quer a sua história.
 
BLOG ALMA LAVADA
 
  Nenhum comentário | deixar comentário  
Voltar ›
     
 
 
  Clique aqui para mandar um e-mail!
  A SATISFAÇÃO PLENA É ASSUSTADORA
 
  Dor do desejo
 
  FAMÍLIA É PRATO DIFÍCIL DE PREPARAR
 
  A NOBREZA DO SERVIR
 
  ERÓTICA É A ALMA
 
  Mais Artigos ›  
  CEREJAS DA VIDA
 
  O SENTIMENTO DE SAUDADE
 
  PODER E STATUS
 
  APROVEITA ENQUANTO DURA
 
  Eu não quero ter razão, eu quero é ser feliz!
 
  Mais Crônicas ›  
Sintonia Comunicações Ltda
CNPJ: 005.967.432/0001-90