Campo Grande, 08 de abril de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Amplavisão

Amplavisão, Política • 27 dez, 2019

AMPLA VISÃO| O Brasil não é um galinheiro


LIVRE! E DAÍ? Não houve tsunami, a Bolsa de Valores melhorou, a confiança no país aumentou, o desempregou diminuiu e os protestos da’ petezada’ acabaram. Agora inelegível, Lula tenta se manter na mídia a qualquer custo. Não arrasta multidões e não causa delírios com exceção de líderes sindicalistas. Não é mais o mesmo; perdeu o discurso da ética. O partido enfraquecido sem nomes de peso. O exemplo de Campo Grande é apenas mais um da decadência petista. 

LUIZ F. PONDÉ: “O PT quer te dar um presente de Natal para o Brasil: caos social que ajude a derrubar a economia e com isso aumentar as chances de ele voltar ao poder. Seu Papai Noel Lula afirmou: o projeto do PT é retomar o poder em nome da democracia. Coitada, a democracia é a famosa casa da mãe Joana: todo mundo mete a mão….Para o partido o país é um galinheiro; de vez em quando ele vem e mata um frango…” 

IGREJAS Estariam realmente preocupadas com solução dos problemas que afligem a população brasileira ou simplesmente obcecadas em aumentar sua participação no atual contexto político? É a pergunta pessoal após observar o comportamento de lideranças políticas ligadas a vários segmentos religiosos. Só para os leitores da coluna: “há muita hipocrisia. Lembra o PT de antigamente.” 

CRUZ CREDO! Aproveito para questionar essa malandra Teoria da Prosperidade que ancora muitas das novas igrejas que brotaram em cada esquina – como as farmácias e as lojas que vendem colchões. As fachadas delas lembram empreendimentos comerciais para atrair novos clientes rumo ao paraíso. Algumas inclusive excedem-se na aparência mas falta-lhes humildade. 

VALE TUDO Há uma busca inebriante das pessoas pela felicidade e pelo sucesso. Todos os meios de comunicação falam disso dando receitas inclusive. Uma barbaridade. Neste contexto entram essas igrejas que prometem o fundo e o mundo. Um estelionato oceânico onde muitos afogam pelo equívoco de postura. Dinheiro garante felicidade? 

EXTREMOS Se o prefeito de Camapuã Delano O. Hurbes ( PSDB) tem avaliação de 7,66 de ótima e boa, o prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) de Três Lagoas tem 55,00% . A diferença entre ambos no item aprovação é grande: Delano tem 10,00% e Guerreiro 81,60. A eventual candidatura de Delano a reeleição teria 3,66% da votação. Guerreiro obteria 60,20% dos votos e seu concorrente mais próximo (Jorge Martinho) teria 5,60% Já o prefeito Delano teria só 3,66% dos votos. O vencedor seria Manoel Nery: 20,66% dos votos. Os números são do Instituto Ranking que ouviu 300 pessoas em Camapuã entre 13 e 16 de Dezembro e 500 pessoas em Três Lagoas entre 15 e 16 dezembro, com registro junto a Justiça Eleitoral conforme exige a legislação vigente. 

JUSTIFICATIVAS Como ficar rico rápido apesar da intensa atividade política que não deixa tempo para outra ocupação profissional o ex-deputado João Alves disse que ganhou na loteria 221 vezes; senador Calheiros (MDB) vendeu gado; Senador Collor de Mello (PRTB) comprou e vendeu ouro e assim por diante. Milagres acontecem pra quem tem mandato como o ex-deputado Geddel Vieira (PTC) Aqui no MS tem gente milionária. Parte ostenta, parte usa laranjas e vive falsamente de forma modesta. 

CANDIDATOS Sem dinheiro para prosperar no comércio ou fundar uma igreja, não devem faltar candidatos para a vereança. Vocês não perdem por esperar. As surpresas devem ser maiores do que se possa imaginar. Figuras de tirar o chapéu. De vez em quando cruzo com alguns personagens no saguão da AL que estão a procura de deputados para serem seus padrinho$ ou fiadore$. É pra rir ou chorar. 

FIM DE ANO Como dizia o saudoso locutor esportivo Fiori Gilioti: “O tempo passa…não adianta chorar…” Nesta época recomenda-se duas tarefas imprescindíveis: olhar para o espelho e olhar para o relógio. Esses dois elementos proporcionam oportunidades de ouro para a necessária reflexão sobre o nosso caminhar. Nossa imagem refletida no espelho é verdadeira; o relógio – assinala com precisão o seu tempo restante. 

MAGNATAS Com patrimônio de R$ 379 milhões o vice governador de Mato Grosso Otaviano Pivetta (PDT) quer tentar o senado em 2020 na eleição para escolher o substituto da ex-juiza e ex-senadora Selma (PSL) que perdeu o mandato na justiça. Ele já foi prefeito de Lucas de Rio Verde (MT) e deputado estadual. Aliás, o patrimônio declarado do governador Mauro Mendes (PR) é de R$ 113 milhões. A disputa pela cobiçada vaga ao Senado poderá ter outro concorrente de peso; o ex-governador Blairo Maggi (DEM). Para os observadores esse pleito poderá ser o mais caro da história do Estado. ‘Quanto idealismo’. 

‘CHUPOU A MANGA’ Ainda bem que perdemos a sede da Copa do Mundo de futebol para Cuiabá. Em que pese a invenção do nosso monstro do aquário que torrou aquela grana que hoje falta à saúde de MS, lá em Cuiabá dorme em sono esplêndido o elefante do sistema de transporte sobre trilhos (VlT). Depois de consumir mais de R$ 700 milhões emprestados pela Caixa ( BNDES), o Governo vive o delírio de trocar o sistema original pelo tal BRT ( Bus Rapid Transit). Para isso o governo estadual teria que pagar R$1,477 bilhão ao BNDES. Enfim, os cuiabanos que sempre apregoaram a esperteza acabaram literalmente ferrados. Sem saída pragmática ou mais barata. 

A PROPÓSITO Nem é preciso entrar em detalhes, pois os números e dados comparativos são conhecidos por todos. Mato Grosso é incomparavelmente mais poderoso que o nosso Estado. Mas tal como aqui com o aquário, a embriaguez se fez presente entre as cabeças coroadas cuiabanas. Acharam que sediar a primeira fase da Copa da Fifa seria o supra sumo em termos de turismo, divulgação, além de resolver o caótico sistema de transporte da capital e Várzea Grande. Daí a propina correu solta e o molho ficou mais caro que o peixe. Quem vai à Cuiabá volta horrorizado com o caos que deve durar mais alguns anos. É o preço da corrupção. 

AVALIAÇÕES: Conversando com gente das diferentes classes e segmentos concluo: as opiniões pelas gestões de Marquinhos e Reinaldo são satisfatórias dentro do contexto econômico que o país vive. Salários em dia, obras de vulto e outros projetos importantes a curto e médio prazo compõem um cenário invejável perto daqueles vivenciados por outras Capitais e Estados. O melhor: as perspectivas para 2020 são ainda mais otimistas. 

NO FACEBOOK Tenho alertado para o risco de desgastes dos políticos em algumas situações que acabam filmadas ou fotografadas e sendo expostas nas redes sociais. O último exemplo fica por conta do presidenciável Ciro Gomes ( PDT) que foi filmado saindo de um bar com uma garrafa de uísque numa das mãos e que após ser provocado por um frequentador do estabelecimento disparou algumas frases políticas impróprias para quem frequenta a mídia criticando os adversários. Desse jeito ele não vai longe. 

BOLSONARO Atravessa o sinal, fala muito e tem seus defeitos pessoais. O ex-presidente Lula (PT) bebia muito em certas ocasiões. Certo? Mas no caso do presidente atual há de se vergar: não houve um só caso de corrupção em seu Governo neste ano. A economia se recupera, obras são realizadas e o desemprego vai diminuindo ainda que lentamente. Não é por acaso que os economistas sérios do 1º Mundo estão acreditando no Brasil. 

ACREDITAR no país é preciso. Não podemos entregar à futura geração um país despedaçado como se tivesse sucumbido e dividido após uma tenebrosa guerra. É preciso abrir as janelas dos nossos olhos para ver o país espetacular que temos e somos. Temos muito que fazer – é claro – mas o potencial nosso é gigantesco. 

FELIZ ANO NOVO – ACREDITAR É PRECISO! 




Deixe seu comentário