Campo Grande, 22 de setembro de 2018

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos, Campo Grande • 14 maio, 2018

Alguém já estourou o seu balão?


Pense na cena: uma criança segura o balão e, de repente, vem outra e fura. Qual a reação de quem teve o brinquedo destruído? É fácil imaginar né. Na vida existem momentos em que as nossas crenças são literalmente colocadas em cheque. Nesse momento sofremos aquele impacto derradeiro! Um CHOQUE!

Lembro como se fosse hoje. No mundo encantado da Disney, meu sobrinho segura um pirulito enorme, redondo e colorido. Todo orgulhoso e feliz. Só que em determinado momento tropeçou e o belo e saboroso doce espatifou-se em vários pedaços. Todos os adultos que estavam em volta tiveram incrivelmente a mesma reação. Por segundos, permaneceram mudos, com os olhos arregalados, esperando o que fatalmente iria acontecer, a lamentação expressa por meio do choro.

Algo semelhante ocorre quando percebemos que aquelas certezas, antes absolutas, não são mais tão convincentes assim. Ter flexibilidade para mudanças, para rever pensamentos e entendimentos de vida é necessário e saudável. O fato é que entrar em contato com determinadas questões pode ser impactante, como ter o balão furado ou o pirulito perdido em uma fração de segundo. Sim, às vezes a maior queda é cair em si.

Convenhamos, por mais desconforto que possa causar num primeiro momento, é libertador deixar de ser prisioneiro de crenças limitantes que levam a repetições de comportamentos sabotadores. Olhar para dentro de si mesmo é tarefa para os mais corajosos.

Em tempo…o balão pode ser furado pelo profissional psicólogo, que poderá ajudá-lo com todo o profissionalismo e respeito possíveis, sem julgamentos e no tempo certo, o que te permitirá passar por esse impacto com relativa suavidade, como se estivesse amparado com os airbags de veículo, em caso de acidente.

Contato com a colunista: claumalfatti@hotmail.com




Deixe seu comentário