Campo Grande, 15 de junho de 2019

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 08 dez, 2018

CORRUPÇÃO, A SAÚVA DO BRASIL (Artigo)


“Ou o Brasil acaba com a saúva ou a saúva acaba com o Brasil” – Auguste de Saint-Hilaire, botânico e naturalista francês…

Eu já não acredito mais que alguém será capaz de calcular com exatidão o volume de dinheiro público roubado e desviado nestes últimos 15 anos de aventura socialista no Brasil… Falam em nove trilhões de dólares ou mais de quatro vezes o nosso PIB, mas ainda acho pouco.

A TV continua a nos assombrar com novos casos e novos formatos todos os dias e ainda não foi aberta a “Caixa Preta” do BNDES, providência que já está na agenda do novo presidente e que promete a revelação de escândalos gigantescos…

Se o grosso da corrupção for estancado – o que eu acho bem provável que aconteça – levaremos alguns anos para conseguir modificar e modernizar os procedimentos que levam a desvios nos três níveis da Federação – municipal, estadual e federal.

E é certo que o bom freio – já que parece impossível o freio total – exigirá a participação e a vigilância da sociedade com o incremento de iniciativas nos moldes do Observatório Social, já em execução em quase 200 municípios (http://osbrasil.org.br/tag/nacional/).

AINDA HÁ MUITA COISA A SER DESVENDADA

E é certo também que ainda não conhecemos todas as formas empregadas neste país para roubar… A cada dia que passa nos são revelados novos casos em novos formatos. Hoje, já se sabe que o brasileiro usou, usa e usará toda a sua criatividade para corromper, fraudar, lesar, enganar…

Agora, descobrimos que o Partido dos Trabalhadores – que assumiu o poder federal em 2004 – nunca teve o menor interesse em conter a corrupção… Muito ao contrário, suas lideranças – quase todas elas – trataram de se locupletar, deixando as portas abertas para facilitar a vida de corruptores e corruptos…

Não precisamos ir muito longe: basta ver que o COAF, só agora em processo de transferência para o superministério de Sérgio Moro, foi congelado e mantido no ostracismo desde o governo de Luiz Inácio (http://www.fazenda.gov.br/orgaos/coaf).

ROUBEM, ROUBEM, ROUBEM GENTE BOA

Roubou-se muito nesses 15 anos, roubou-se sistematicamente, roubou-se em prefeituras; em Câmaras Municipais; em Assembleias Legislativas e governos estaduais; rouba-se na Câmara Federal e no Senado; rouba-se nos ministérios e no governo federal; rouba-se no Judiciário e em primeira, segunda e última instâncias; rouba-se na Justiça do Trabalho, na Justiça Eleitoral; rouba-se nos tribunais de contas, que – dizem – servem para fiscalizar as contas do Executivo.

Roubam verbas da merenda escolar e da Saúde; roubam na importação de remédios; fraudam aposentadoria e benefícios sociais; roubam nos bancos  e nas empresas governamentais.

Sobrefaturam obras pequenas, médias e grandes; desviam dinheiro destinado a manutenção de escolas e universidades; compram sucata de refinaria e pagam preço de refinaria nova…

Dos cofres da União, não saiu um só centavo para obras no exterior, em Cuba, na Venezuela ou em países africanos, sem o pagamento de propina, de intermediação a governos, a políticos ou a parentes e apaniguados do presidente, como foi o caso do Taiguara Rodrigues…

NEM HITLER GASTOU TANTO EM PROPAGANDA

Os cofres públicos jorraram dinheiro para agências de publicidade, jornais, revistas, blogs, sites e canais de TV com vários objetivos: corromper a mídia, corromper jornalistas, lavar dinheiro de propina e dar sustentação ao regime corrupto nas três instâncias da Federação! (nem Goebels ou Hitler gastaram tanto dinheiro com propaganda como os governos da chamada Era PT)

Roubou-se também muito em Sindicatos (patronais e de trabalhadores), que o digam os dois Paulos, o Skaf e o da Força… Roubou-se no futebol (CBF), que o digam José Maria Marins e Marco Polo Del Nero (rodrigomattos.blogosfera.uol.com.br/2018/03/11/cbf-tem-tres-presidentes-afastados-por-corrupcao-em-7-anos-e-nao-muda-nada/).

Roubou-se nas Ongs e em todas as entidades que de um modo ou de outro foram contempladas com verbas públicas, como a OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras).

Roubos e desvios nocautearam as leis de incentivo fiscal, a começar pela Rouanet, mais uma caixa preta que só agora será aberta por Alexandre Frota, eleito deputado federal pelo partido do amigo Bolsonaro e que, em recente entrevista à TV, revelou estar de posse de uma lista de mais de 100 nomes de famosos que se locupletaram…

QUASE NADA SE FEZ

Exceção à Lava Jato, que enfrenta a oposição de todas as quadrilhas e de seus muitos aliados eventuais; exceção ainda das poucas iniciativas onde, assombrada com a tsunami de corrupção  que ameaçava açambarcar todas instituições, públicas ou privadas, comunidades resolveram agir (o melhor exemplo dessa reação ocorreu em Maringá, Pr, com o seu Observatório Social –http://observatoriosocialmaringa.org.br/), nada se fez contra a dilapidação monumental dos recursos brasileiros.

Até hoje não se estabeleceu um preço padrão para obra pública: um metro de asfalto pode custar de oito a oitenta,  a depender apenas da ganância de quem constrói e de quem paga pela construção; convivemos, nesse período, com um desrespeito total às leis de responsabilidade fiscal. E as leis de licitação foram tripudiadas, fraudadas, dribladas com a mesma criatividade brasileira nos gramados de futebol…

Que pensem em tudo isso as pessoas que, rejeitando o PT, resolvem agora combater por antecipação o único governo que promete e dá demonstrações efetivas de que vai combater a ferro e fogo o socialismo corrupto e todas as suas práticas deletérias…

Dirceu Pio




Deixe seu comentário