Campo Grande, 15 de junho de 2019

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 23 mar, 2019

O mau odor dos poderes (Sergio Kaminski)


A crise que castiga o País, estados e municípios, escancara as entranhas de uma nação patrimonialista dominada por corporações criminosas abrigadas nas mais destemperadas siglas de pseudos partidos políticos. A inexistência de valores éticos e morais nas relações entre entidades privadas e públicas ou entre elas mesmas, nada mais é do que o resultado da degradação do ensino, desestruturação da família, desemprego e legislações estupidas e suas aplicações, aliadas aos quadros políticos nada recomendáveis até mesmo para exercício do cargo de síndico de chiqueiro de porcos. O excesso de parasitas em todas instancias da área pública e a morosidade do Judiciário constituem castelos intransponíveis ao cidadão que trabalha e gera riqueza para manter aqueles que sugam os cofres públicos sem nada oferecer em troca… A (in) Justiça do Trabalho, onde juízes aniquilam com empresas e postos de trabalho tal qual chute em tampinha de garrafa na calçada, decidem por viés “Robin Hood”… O Poder Executivo e seus integrantes despreparados e alienados, ampara-se num Legislativo que nada mais é do que uma banca de negócios conivente e oportunista na busca de privilégios e poder para seus integrantes e suas turmas… Casta de bandidos que se organizam em grupos para sugar da presa o que ela pode oferecer… Faltam-nos líderes contaminados por cidadania política e instinto de caça do bem comum e de todos. Será que só nos resta a passividade de contemplar a destruição de valores, princípios e riquezas geradas por quem de fato produz e dá sustentação para tais elites que emanam odores insuportáveis? Sem verdadeiros líderes do bem-dotados de plena cidadania política nada haverá de acontecer… A não ser ampliar o mau cheiro que emana dos Poderes e fragiliza todo um povo sofrido e sem representantes… Órfãos cambaleantes sem rumo sacrificados por senhores de terno e gravata… E cueca mal-cheirosa!

O autor é empresário –

Jornal do Comércio – Porto Alegre – 




Deixe seu comentário