Campo Grande, 14 de novembro de 2019

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 15 out, 2019

Publicidade digital deve obter mesmo alcance da tradicional até 2023


Podcasts, vídeos online e eSports estão por trás da potencial “arrancada” do meio no Brasil, cujos investimentos devem chegar a US$ 8 bilhões anuais nos próximos 4 anos

Um estudo conduzido pela consultoria PwC para a 20° edição da Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia confirma que o futuro da publicidade está mesmo no meio digital. Com dados coletados em 53 países, o documento aponta que o investimento das empresas em anúncios e campanhas para o âmbito virtual deve ir a US$ 468 bilhões até o ano de 2023, alcançando enfim os gastos nos mercados mais tradicionais – que devem se manter estáveis, subindo dos atuais US$ 332 bilhões para meros US$ 333 bilhões.

“Hoje o investimento em publicidade digital representa 30% da verba total de publicidade e deve alcançar 50% em 2023” relata o sócio da PwC no Brasil Carlos Giusti em entrevista ao Meio & Mensagem. O país deve seguir fielmente a tendência do mercado, conforme o estudo prevê que os gastos com o digital irão dos atuais US$ 3 bilhões para US$ 6 bilhões, enquanto o tradicional se manterá na faixa dos 7 e 8 bilhões de dólares.

E pelo menos em terras brasileiras, os principais formatos responsáveis por esta “arrancada” serão os podcasts, cujo investimento deve aumentar 43% a cada ano; os vídeos online, que podem registrar taxas anuais de crescimento de 27%; e os games, que sendo online ou os eSports devem mostrar um aumento de até 17% no investimento.

A pesquisa da PwC ainda afirma que o mercado nacional de mídia e entretenimento como um todo deve expandir até 5,5% nos próximos quatro anos, um número que supera com tranquilidade a previsão de crescimento estipulada para a média global – que segundo a consultoria deve ser de 4,3%.

Por Pedro Strazza




Deixe seu comentário