Campo Grande, 11 de agosto de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Brasil

Brasil • 19 nov, 2018

Lula: 572 visitas em 6 meses


 

Em seis meses de prisão, Lula recebeu 572 visitas em sua cela especial na Polícia Federal. A maioria foi feita por advogados com procuração para defender o petista.

A nomeação de políticos aliados como defensores permitiu ao ex-presidente comandar o PT e a campanha de Haddad da prisão. Gleisi Hoffmann, o tesoureiro, Emídio de Souza, o deputado Wadih Damous e os ex-deputados Luiz Eduardo Greenhalgh e Luiz Sigmaringa Seixas também receberam procurações Isso possibilitou visitas a Lula de segunda a sexta – direito previsto em lei para defensores de presos.

Além dos políticos, 21 advogados – defensores que atuam nas áreas criminal, cível e eleitoral – se revezaram nas visitas diárias.
Lula recebeu 54 visitas “sociais”, entre elas, as da ex-presidente Dilma Rousseff, Jaques Wagner e de celebridades como Chico Buarque, Martinho da Vila e o ator e ativista americano Denny Glover.

Os registros da PF mostram que o ex-presidente recebeu 116 visitas da família, a maioria dos filhos.
Na prisão, o ex-presidente petista também teve o direito de receber visitas “religiosas” às segundas-feiras. Foram 17. O mais assíduo é o pai de santo Antonio Caetano de Paula Júnior, o Caetano de Oxóssi, da Cabana Pai Tobias de Guiné, conhecida como Terreiro Tulap.

Com informações d’O Estado de S. Paulo.

(Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)




Deixe seu comentário