Campo Grande, 04 de agosto de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Campo Grande

Campo Grande • 18 out, 2019

Amanhã o “Dia D” da campanha de vacinação contra o Sarampo na Capital


O objetivo é imunizar o maior número de crianças de 6 meses a 5 anos incompletos

A vacinação contra a doença já acontece há mais de dois mês no município  nas crianças com idades entre seis meses a menores de um ano que, como forma de proteção do surto que acontece em vários estados do país

A vacinação contra a doença já acontece há mais de dois mês no município nas crianças com idades entre seis meses a menores de um ano que, como forma de proteção do surto que acontece em vários estados do país – Foto: Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil

Neste sábado (19) acontece o Dia D da primeira fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo de 2019, com concentração a partir de 08h na Unidade de Saúde da Família (USF) Dom Antônio Barbosa. O objetivo é imunizar o maior número de crianças de 6 meses a 5 anos incompletos.

No Dia D as salas de vacinação de todas as unidades básicas de saúde, exceto as dos bairros Maria Aparecida Pedrossian e Alves Pereira, que encontram-se em reforma, estarão funcionando das 07 às 17h, sem invervalo.

A vacinação contra a doença já acontece há mais de dois mês no município  nas crianças com idades entre seis meses a menores de um ano que, como forma de proteção do surto que acontece em vários estados do país, devem tomar a dose zero.

Os pais  ou responsáveis pelas crianças com menos de cinco anos e que não sabem confirmar se possuem ou não a segunda dose da vacina devem ir até uma unidade de saúde básica ou da família da cidade com o cartão de vacinação nas mãos para confirmar a necessidade de uma revacinação.

Em uma segunda etapa, essa para pessoas entre 20 e 29 anos de idade, a imunização acontece entre 18 e 30 de novembro, sendo o último dia definido como a principal data para essa faixa etária.

As crianças entre seis meses e menores de um ano continuarão sendo imunizadas, conforme orientação do Ministério da Saúde e respeitando os locais referenciados para cada faixa de idade.

Além da vacinação contra o sarampo, as crianças que estiverem com doses pendentes e que os pais levaram o cartão de vacinação, terão a vacinação regularizada.

Cobertura 

cobertura vacinal do município de Campo Grande em relação a tríplice viral ( que previne os vírus da caxumba, sarampo e rubéola) é de 102%, ou seja, superior a meta de 95% preconizada pelo Ministério da Saúde, o equivalente a 7.044 pessoas. Isso significa que além de atender toda a população prevista no município, ainda houve vacinação de residentes em outras localidades.




Deixe seu comentário