Campo Grande, 15 de novembro de 2019

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Campo Grande

Campo Grande • 21 fev, 2018

Carlão congratula Chamamezeiros por participação em festival de Corrientes


Na sessão ordinária desta terça-feira (20), o vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB), 1º secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Campo Grande, homenageou com Moção de Congratulações representantes da música sul-mato-grossense, particularmente no estilo Chamamé, Marlon Maciel Elias, Iltom Gregório de Jesus, Carlos Eduardo Allianz, Antonio Queiroz o (Castelo) e Orlando Rodrigues.
Carlão explicou que além da trajetória de sucesso de cada um dos homenageados, o que motivou a entrega das moções foi o fato de terem representado o nosso Estado e o Brasil no Festival de Chamamé em Puerto Tirol na Argentina e no 28º Festa Nacional do Chamamé de Corrientes – Argentina.
“O Marlon Maciel se apresentou na 28º Festa Nacional do Chamamé de Corrientes – Argentina. Eles são grandes representantes da nossa música e receberam destaque internacional. Congratular expoentes da nossa música é uma das funções da vereança”, ponderou Carlão.
O compositor, cantor e acordeonista, Marlon Maciel (ex Uirapuru, Canto da Terra, atualmente Marlon Maciel & Grupo), falou de sua alegria em receber o reconhecimento da Câmara Municipal através da Moção do vereador Carlão.
“O Chamamé é um estilo musical tradicional da província de Corrientes, Argentina, apreciado também no Paraguai e em vários locais do Brasil especialmente em nosso Estado.
Em sua origem se integram raízes culturais dos povos indígenas guaranis, dos criollos argentinos e até de imigrantes europeus. O fato de termos sido lembrados para participar desses festivais internacionais nos deixou surpresos e orgulhosos. Somos defensores da bandeira do chamamé e receber esse reconhecimento do berço do estilo é motivo de grande satisfação. Assim como sermos homenageados pelo Poder Legislativo das mãos do vereador Carlão. Estamos honrados e estimulados a continuar fazendo o bom Chamamé”, disse Marlon.
Gregório de Jesus, compositor, cantor e acordeonista, também afirmou que a honraria da Câmara serve como inspiração para novas composições de chamamé.

“O Chamamé em minha vida é uma coisa de Deus! Ouvia pelo rádio, ainda criança, os músicos de Corrientes e agora fui convidado para representar os chamamezeiros do Brasil na terra natal do estilo. O maior feito da minha carreira! É um sonho realizado. Agora vou fazer novas músicas com mais alegria”, disse emocionado.

© Divulgação
Fonte: ASSECOM
Por: Janaina Gaspar



Deixe seu comentário