Campo Grande, 14 de agosto de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Campo Grande

Campo Grande • 24 set, 2018

Primavera: temperatura acima de 40º C e chuvas


A temperatura deve ultrapassar os 40°C em algumas cidades

 

A primavera chegou a Mato Grosso do Sul neste sábado (22), às 21h54, e a previsão é de que a estação seja marcada pela chuva e por altas temperaturas. A precipitação deve atingir as regiões produtoras de MS, mas algumas cidades ficam em alerta para enchentes. A temperatura deve ultrapassar os 40°C em cidades do MS.

Segundo a previsão do meteorologista Natálio Abrahão Filho, da Estação Meteorológica Uniderp, a estação chega com mudanças significativas no regime de chuvas e nas temperaturas em todo o estado. Nas regiões centro, sul, sudoeste e sudeste, as chuvas devem ser mais intensas e frequentes. “É a marca do período de transição entre a estação seca que passou e estação chuvosa mais adiante”, explica.

As pancadas de chuvas devem ser comuns durante a tarde e começo da noite. As chuvas devem ocorrer em períodos curtos, mas vêm acompanhadas de “rajadas de vento perigosas e destrutivas”, segundo Natálio. O calor deve aumentar, assim como a umidade e nuvens de trovoadas em MS. O meteorologista ainda aponta que raios aumentam significativamente com a chegada da primavera e a queda de granizo será mais recorrente.

As temperaturas aumentam gradativamente nas regiões sul, sudeste e centro-oeste do estado. O norte do estado já está com temperaturas elevadas, mas o clima deve esquentar ainda mais na região, podendo ultrapassar os 40°C. “[Acontece] em função da forte radiação solar e da incidência vertical dos raios solares. Isto implica em alta atenção, devido aos raios UV (ultravioleta) atingirem limites extremos por vários dias”, diz o meteorologista.

Chuvas

Até o fim do mês, as chuvas ainda são irregulares nas áreas produtoras de Mato Grosso do Sul devido às massas de ar quente, mas devem ser frequentes a partir de outubro. “O período de chuvas será mais regular com o prognóstico de chuva em todas as regiões, inclusive com valores acima da média para o estado. Haverá exceções em alguns municípios, mas as regiões produtoras serão beneficiadas”, prevê o meteorologista.

Já em novembro, as chuvas ficam acima da média nas regiões norte, nordeste e oeste de MS. As regiões de Coxim e Corumbá devem ficar em alerta, já que os valores de chuva em excesso indicam enchentes e inundações.

Clima quente e muito vento

Na primavera, as temperaturas se elevam nas regiões norte, oeste, leste e na região central. Cidades como Campo Grande, Corumbá, Água Clara, Três Lagoas e Sonora tiveram altas temperaturas em agosto e a situação deve se repetir, com temperaturas entre 33°C e 41°C em outubro.

Em outubro e novembro, as rajadas de vento se potencializam, com ventos a mais de 60 km por hora. “Há 90% de probabilidade em ocorrer danos consideráveis no centro-sul, 70% nas regiões sudeste e leste e de 50% nas regiões oeste e norte do estado causados por ventos de rajadas e pancadas muito fortes de chuvas”, alerta Natálio.

Midia Max

Mylena Rocha




Deixe seu comentário