Campo Grande, 03 de junho de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Crônicas

Crônicas • 19 abr, 2020

O texto de Charles Chaplin


As duas personalidades que eu mais desejaria recriar em um filme seriam Napoleão e Jesus Cristo… Não representaria Napoleão como um general poderoso, mas como um ser fraco, taciturno, quase melancólico, e sempre importunado pelos membros de sua família.

Quanto ao Cristo, gostaria também de modificá-lo no espírito das massas. Acho que a personagem mais forte, mais dinâmica e mais importante que já existiu, acabou por ser terrivelmente deformada pela tradição. Mostrá-lo-ia, então, acolhido em delírio por homens, mulheres, e crianças. As pessoas iriam ao seu encontro para sentir seu magnetismo. Não mais seria um homem piedoso, triste e distanciado; um solitário que acabou por ser o maior incompreendido de todos os tempos.

 




Deixe seu comentário