Campo Grande, 23 de janeiro de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 09 dez, 2019

Com apoio de Evander, “Educação Ambiental no Pantanal” atende 200 crianças em Bodoquena


A ação é um trabalho continuado que tem como meta a mudança cultural, sensibilizando a sociedade para a importância de se manter o equilíbrio ambiental

Para Evander, a oficialização da data é uma ferramenta para conscientizar a população sobre a importância da preservação ambiental

Para Evander, a oficialização da data é uma ferramenta para conscientizar a população sobre a importância da preservação ambiental – Foto: Luciana Nassar

O Instituto das Águas da Serra da Bodoquena (Iasb) e a Polícia Militar Ambiental (PMA) realizaram a quarta edição da Expedição de Educação Ambiental no Pantanal nos dias 2 a 5 de dezembro. O evento faz parte do “Calendário Educação Ambiental no Pantanal”, tema da Lei Estadual 5.348/2019, de autoria do deputado estadual Evander Vendramini (Progressistas).

De acordo com o Instituto, mais de 200 crianças e adolescentes de quatro escolas de Bodoquena participaram das atividades, que tiveram como foco o cuidado com o meio ambiente associado à valorização e reconhecimento das comunidades pantaneiras.

Para Evander, a oficialização da data é uma ferramenta para conscientizar a população sobre a importância da preservação ambiental, sobretudo do Pantanal sul-mato-grossense, e do fomento da economia dos municípios que fazem parte da borda do Pantanal (Corumbá, Ladário, Aquidauana, Miranda, Coxim, Bodoquena, Rio Negro e Anastácio).

“Essa lei tem objetivo de chamar a atenção não somente para a exuberância que temos no nosso Pantanal, como também para que os órgãos de proteção vejam que o pantaneiro protege, sim, o meio onde vive e que ele precisa de uma compensação financeira por isso. O Pantanal precisa de preservação, mas também precisa de investimentos para ter condições de manter essa riqueza para as próximas gerações”, afirmou o parlamentar.

A ação “Educação Ambiental no Pantanal” é um trabalho continuado que tem como meta a mudança cultural, sensibilizando a sociedade para a importância de se manter o equilíbrio ambiental. “É uma forma de construir uma melhor qualidade de vida da população, principalmente dos que vivem na região pantaneira e, sobretudo, os ribeirinhos”, acrescentou.

Por Adriana Viana – jornalista do gabinete parlamentar




Deixe seu comentário