Campo Grande, 18 de setembro de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 23 dez, 2018

Distribuição de gabinetes privilegia reeleitos e filhos de deputados


Privilegiando deputados com “pedigree” e tempo de casa com gabinetes melhores, as regras de distribuição das salas da Câmara dos Deputados têm causado atrito entre calouros e veteranos.

Os ocupantes das salas pelos próximos quatro anos foram definidos hoje de manhã.

Novatos reclamam que as regras regimentais da Casa criam um “sistema de castas” ao permitir, por exemplo, que deputados reeleitos façam trocas entre si e que filhos herdem os gabinetes dos pais. “É ridículo isso, parece capitania hereditária”, afirma à reportagem o deputado eleito João Roma (PRB-BA).

Depois que os deputados com prioridade regimental têm seus gabinetes definidos, há um sorteio para a distribuição das salas remanescentes entre os demais deputados eleitos, que somarão 243 do total da Casa a partir de fevereiro de 2019.
Segundo Roma, isso prejudica os deputados de primeiro mandato, que não estão familiarizados com a Casa e não podem participar do sistema de permutas -é comum, por exemplo, que deputados que estejam deixando o cargo cedam seus gabinetes àqueles que ficarão para mais quatro anos. “Demonstra o espírito corporativista da Casa, que serve para proteger os seus e não servir ao povo”, diz.

Leia Mais »




Deixe seu comentário