Campo Grande, 13 de agosto de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 14 out, 2018

Haddad admite corrupção nos governos do PT


O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, reconheceu na manhã deste sábado (13) que faltou controle interno nas estatais para combate à corrupção durante os governos petistas. Questionado sobre declarações do senador derrotado no Acre Jorge Viana, que disse à Folha de S.Paulo ter faltado autocrítica ao PT, Haddad disse que todo dia faz críticas a equívocos cometidos pelo partido e aliados, mas sempre apontando saídas.

O presidenciável citou, como exemplo, a controladoria interna implantada no Ministério de Educação, pasta que comandou por sete anos. Ele disse que pretende estender o modelo às estatais. “Faltou controle interno das estatais, isso ficou claro. Os diretores [da Petrobras] ficaram soltos para promover corrupção e enriquecer”, disse Haddad, frisando ser um enriquecimento individual desses executivos.

Dois ex-diretores da Petrobras nos mandatos Lula e Dilma Rousseff estão presos no Paraná há mais de três anos: Renato Duque e Jorge Zelada, condenados na Lava Jato. Outros ex-diretores, Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró, viraram delatores, assim como o ex-gerente Pedro Barusco, que fez acordo para devolver US$ 97 milhões (o equivalente, hoje, a R$ 370 milhões).

Blog do Fabio Campana




Deixe seu comentário