Campo Grande, 18 de novembro de 2019

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 12 jun, 2019

Londres diz ser “fruto do Poder Legislativo” e agradece Deus pelas 40 décadas de mandatos


Ao participar da solenidade na manhã desta terça-feira (11) do descerramento da placa de 40 anos da promulgação da Constituição de Mato Grosso do Sul, o deputado Londres (PSD) – um dos constituintes homenageados – afirmou ser “fruto do Poder Legislativo; nasci aqui!”. Disse ser agradecido a Deus por ter permitido que há quatro décadas, em 13 de janeiro de 1979, ele presidisse a sessão de promulgação da Carta Magna Estadual e, agora, que participasse da cerimônia como parlamentar cumprindo mais um mandato.

Londres também lembrou a trajetória de sua vida pública dizendo que foi 14 anos presidente da Assembleia Legislativa, sendo sete vezes presidente da Casa e contabilizando 10 mandatos – 44 anos – aqui no Estado e outros dois quando do Mato Grosso indiviso. “Não me envaideço porque sei que tud ve de Deus e é  a esse Deus que agradeço e peço para que me conserve com vida, com saúde, para que eu possa continuar legislando em favor de nosso Estado de Mato Grosso do Sul e escrevendo a história para as novas gerações”.

Homenagens

Londres aproveitou para homenagear ex-parlamentares  que participaram da elaboração da Constituição de 1979. Estavam presentes Valter Carneiro (ex-presidente da Assembleia Legislativa), Alberto Cubel, Osvaldo Dutra e Sérgio Cruz, além do também constituinte Onevan de Matos, que está no exercício do mandato.

O deputado elogiou a iniciativa do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Paulo Corrêa (PSDB), pela homenagem aos constituintes e que isso é muito importante para que as novas gerações entendem quando se iniciou a história do Poder Legislativo e do Estado onde moram.

“Meus queridos amigos, quero cumprimentar todos os funcionários da Casa,  quero cumprimentar o Coral que aqui está,  que foi um projeto que nasceu na nossa administração na Casa. Tenho muito que agradecer a Deus e todos vocês”, afirmou Londres Machado.

 

Miuto de silêncio

Londres Machado, durante a cerimônia, pediu que fosse feito 1 minuto de silêncio em memória dos deputados que desde o dia 1º de janeiro de 1979 participaram das legislaturas




Deixe seu comentário