Campo Grande, 26 de novembro de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 28 out, 2020

Maia descarta nova Constituinte e defende reformas


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou nesta terça-feira (27/10) a proposta do líder do governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR), de realização de um plebiscito para convocação de uma Assembleia Constituinte. A exemplo do que ocorreu no Chile, Barros pretendia formular uma nova Constituição para o Brasil.

Para Rodrigo Maia, o líder do governo confundiu a situação dos dois países, já que no Chile a decisão foi por refazer a Constituição que vigorava desde a ditadura militar daquele país. “Temos Constituição que foi construída num processo de democracia, sem violência. Foi um marco do fim do regime militar do Brasil, o ponto de início verdadeiro da nossa democracia, depois com as eleições de 1989”, disse o democrata.

O presidente da Câmara defendeu que o Congresso deve continuar empenhando em fazer ajustes na Carta Magna e não reformulá-la por completo. “O nosso papel não é, só porque existem problemas no ponto A ou B, fazer uma ruptura constitucional. Nosso papel é continuar fazendo reformas e modernizando o texto Constitucional”, disse. As informações são do Correio Brasiliense.




Deixe seu comentário