Campo Grande, 11 de agosto de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 25 jun, 2020

Novo toque de recolher começa a valer nesta sexta em Campo Grande


Determinação do prefeito Marquinhos Trad é que o novo horário passa a valer por mais 30 dias a partir desta sexta-feira (26), das 22 horas até ás 5 horas.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) (Foto: Divulgação)

O horário do toque de recolher em Campo Grande vai mudar mais uma vez, segundo determinação do prefeito Marquinhos Trad (PSD). Segundo ele, o novo horário passa a valer por mais 30 dias a partir desta sexta-feira (26), das 22 horas até ás 5 horas.

A restrição é uma das medidas adotadas pelo município no enfrentamento a pandemia do coronavírus.

Na prática, houve uma nova ampliação, já que atualmente o horário é da meia-noite às 5h. O prefeito justificou a medida alegando que houve abusos por parte de algumas pessoas, que segundo ele, não estavam respeitando a medida para conter a proliferação do novo coronavírus.

‘Tudo isso poderia ter sido evitado. Bastava cumprir o regramento. Bastava cumprir aquilo que os empresários pactuaram com o município”, não precisava de uma medida dessa”, afirmou.

Um dos exemplos de abusos citados, foi de um bar inaugurado em Campo Grande, em tempos de pandemia de covid-19, que causou aglomeração e denúncias aos órgãos de fiscalização da prefeitura no domingo (21), e que foi interditado pela Vigilância Sanitária nesta terça-feira (23).

De acordo com a Vigilância, a medida foi tomada devido ao descumprimento das regras de convívio social, determinadas pelo poder público, como forma de prevenção ao contágio do coronavírus.

Boletim epidemiológico da secretaria estadual de Saúde traz 417 novos casos de infectados com coronavírus nas últimas 24 horas em Mato Grosso do Sul. O estado atingiu nesta quarta-feira (24), 6.021 registros da covid-19 desde o início da pandemia.

Também foi confirmada a 56ª morte, que havia divulgada na terça-feira (23). Campo Grande tem 1.446 casos confirmados.




Deixe seu comentário