Campo Grande, 23 de novembro de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 20 nov, 2020

Operações do FCO contratadas por cooperativas de crédito em MS chegam a R$ 53,22 milhões


As operações do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) feitas junto às cooperativas de crédito habilitadas em Mato Grosso do Sul já chegam a R$ 53,22 milhões, entre demandas efetivamente contratadas e em processo de contratação para o financiamento de empreendimentos rurais e empresariais.

Os dados referentes ao Sicredi, cooperativa de crédito que já opera os recursos do FCO em Mato Grosso do Sul, foram apresentados em reunião do CEIF/FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO), realizada na Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Segundo o Sicredi, até 11 de novembro, foram analisadas 221 cartas-consulta, no valor total de R$ 53,22 milhões, sendo R$ 35,97 milhões em operações já efetivamente contratadas e outras R$ 17,24 milhões em andamento na instituição. Do montante já contratado, R$ 28,19 milhões corresponde a novos empreendimentos rurais e R$ 7,78 milhões são empresariais.

O secretário Jaime Verruck lembra que o MS foi um dos defensores da inclusão das cooperativas na operações com recursos do FCO

“Hoje temos 10% dos recursos do Fundo alocados para as cooperativas de crédito. Houve uma demora na regulamentação para essas operações e também tivemos a questão da pandemia. Mesmo assim, o Sicredi já analisou 221 propostas que somam R$ 53,2 milhões”, comenta o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

Considerado um setor estratégico para o Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado foi um dos defensores da inclusão das cooperativas de crédito nas operações dos recursos do FCO. “O estímulo ao cooperativismo é uma das nossas linhas de atuação na Semagro, por meio do Procoop – Programa Estadual de Desenvolvimento e Fortalecimento do Cooperativismo em MS”, lembrou  o secretário.

“Esse desempenho do Sicredi no FCO nos mostra que o sistema de cooperativas engrenou nesse processo. Há uma expectativa muito otimista do setor, já que para 2021 nós vamos iniciar o ano com o ‘sistema rodando’, oferecendo mais uma alternativa para novos empreendimentos no Estado”, finalizou Jaime Verruck.

Outras operadoras do Fundo em MS

No BRDE, uma das instituições, além do Banco do Brasil, que opera o Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Centro-Oeste em Mato Grosso do Sul, foram analisadas 63 cartas-consulta, que totalizam R$ 32,74 milhões efetivamente contratados. Desse montante, R$ 29,74 milhões são do FCO Rural e R$ 3 milhões do FCO Empresarial. Outros R$ 99,85 milhões estão em fase de contratação junto ao banco e, segundo a instituição, 100% do recurso alocado para 2020 deverá ser totalmente aplicado.

Marcelo Armôa, Semagro

Foto do destaque: Saul Schramm




Deixe seu comentário