Campo Grande, 15 de junho de 2019

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 20 fev, 2019

PDV: bônus de 30% por ano de trabalho


O Governo do Estado estima que a indenização oferecida aos servidores que aderirem ao Plano de Demissão Voluntário (PDV) gire em torno de 30% sobre o valor da  remuneração mensal, por ano de efetivo serviço público prestado ao Estado. Isso significa que, um trabalhador cujo o salário é de R$ 3.039,59  – caso dos professores classe A II, com carga horária de 20 horas – deve receber o equivalente a R$ 911, 6 por ano trabalhado, a título de indenização, caso decida aderir ao plano.

A informação foi adiantada pelo secretário de Administração e Desburocratização, Roberto Hashioka, visto que o PDV ainda está em fase de elaboração e deve ser submetido ao crivo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e aprovação da Assembleia Legislativa. “Nós fizemos a reunião ontem e fechamos a minuta. Chegamos ao percentual de 30%, mas todas as decisões ainda devem passar pela avaliação do governador, até no que se refere a essa bonificação. Obviamente, nós estamos trabalhando para ter a aprovação e tudo está sendo muito discutido”, explicou Hashioka.

O secretário afirmou ainda que o recurso para bancar as indenizações deve vir do próprio tesouro estadual, diferente de outras ocasiões em que o custo do PDV era compartilhado com a União. “Essa é uma iniciativa do Governo Estadual, por isso deve ser bancado com recursos do Estado”, disse.

Luana Rodrigues – Correio do Estado

Foto – Valdenir Rezende




Deixe seu comentário