Campo Grande, 18 de novembro de 2019

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 12 set, 2019

Prefeito assina termo para implantação de projeto de módulo de perícia médica no IMPCG


O sistema terá um controle pericial (software), totalmente integrado aos sistemas existentes da Prefeitura e todas as demandas do IMPCG

O prefeito Marquinhos Trad acompanhado da diretora-presidente do IMPCG assinou o termo de projeto para implantação do módulo de perícias médica

O prefeito Marquinhos Trad acompanhado da diretora-presidente do IMPCG assinou o termo de projeto para implantação do módulo de perícias médica – Foto: Divulgação

O prefeito Marquinhos Trad acompanhado da diretora-presidente do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande) Camilla  Nascimento de Oliveira, nesta quarta-feira (11) assinou o termo de projeto para implantação do módulo de perícias médica.

A diretora-presidente do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande) Camilla  Nascimento de Oliveira destaca que a iniciativa vem de encontro com a responsabilidade fiscal.

“Os reflexos financeiros e o impacto social causados por um controle não ajustado pode desestabilizar as finanças municipais podendo consumir parte considerável das receitas. Por isso precisa ser monitorado de perto. E aí que entra a importância do controle pericial dos afastamentos requeridos, permitindo aos gestores identificar as possíveis irregularidades. Esta medida é necessária, sendo que nos últimos anos praticamente triplicou o número de segurados do IMPCG”, frisa Camila.

O diretor de projetos de tecnologia e informações da  Agetec, Luiz Sérgio Ribeiro lembra que a evolução tecnológica tornou obsoleto o atual sistema de perícias utilizado pela Prefeitura.

“Fizemos um estudo detalhado sobre a melhor forma de oferecermos ao IMPCG um sistema que atenda todas essas necessidades no que se diz respeito de perícias médicas. Nosso objetivo é a integração de todos os setores para melhorar os serviços de atendimento dos servidores”, comentou Luiz.

Com a assinatura do termo de perícia médica o sistema terá um controle pericial (software), totalmente integrado aos sistemas existentes da Prefeitura e todas as demandas do IMPCG, com o seu corpo técnico treinado e apto a entrada em produção com repasse de tecnologia para que a Agetec possa da continuidade a sustentação após o termino do projeto.




Deixe seu comentário