Campo Grande, 22/07/2024 06:34

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 26 jun, 2024

O Congresso Nacional e a Inversão de Valores


O tratamento dado pelo Congresso Nacional ao projeto de lei que trata a utilização da
maconha pelos usuários desta, mesmo que de forma recreativa, levanta suspeitas pelo
interesse tanto da Câmara como pelo Senado, ao ponto de se criar um clima de crise
entre os Poderes Legislativo e o Supremo Tribunal Federal. A impressão que deixam, é
a de que se trata de um problema de Segurança Nacional.

Veja bem, estou falando da utilização da maconha aos usuários dessa erva que têm o
hábito de consumi-la, porém, de maneira recreativa. Mas, qual seria o interesse que a
maconha representa para o Congresso Nacional? Será que não existem outros assun-
tos na fila aguardando apreciações de Suas Excelências? Por exemplo, o PL. 4.434/08
que se encontra na gaveta da Presidência da Câmara desde 2008, e que contem em
seu bojo, a solução para os aposentados do INSS vitimados pela lei do Fator Previden-
ciário, e até hoje não foi colocado para apreciação em Plenário.

No primeiro caso, o uso da maconha, de forma recreativa, e que tem causado discuss-
ãos acaloradas, inclusive com acusações de interferência de um poder sobre outro, vê-
jam senhores leitores, como a maconha virou o centro das atenções no Congresso Na-
cional. No segundo caso, senhores e senhoras idosas que contribuíram para os cofres
da Previdência, mas que hoje vivem em estado de lamúrias, pois a Lei do Fator Previ-
denciário, ano a ano, reduz o valor de seus benefícios.

De um lado, os usuários da maconha de forma recreacionista, de outro lado, brasilei-
ros e brasileiras vítimas de uma Lei inconstitucional que tiram o direito de seres huma-
nos a ter acesso a saúde, a uma boa alimentação, o direito de ir e vir, e por que não, de
se divertirem de maneira saudável. Nenhuma voz se levanta em favor desses aposen-
tados abandonados a própria sorte, quando, compete ao Governo do País, protegê-los
e incentivá-los a viver com dignidade.

Os senhores deputados e senadores, foram eleitos para defender os interesses do
povo e da nação brasileira, e para isso, são regiamente remunerados, com todas as
mordomias que os cargos lhes proporcionam, porém, parece que não estão preocupa-
dos com os problemas dos idosos aposentados do INSS. Vejam, senhores deputados e
senadores, são mais de doze milhões nessa situação. Esqueçam a maconha e preocu-
pem mais com problemas que afetam os seres humanos, até porque, esses idosos
estão vivos e fazem questão de votar.

BENEDITO RODRIGUES DA COSTA
Economista




Deixe seu comentário