Campo Grande, 21/06/2024 10:50

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 07 jun, 2024

O juiz por trás da campanha para enterrar a maior investigação de corrupção da América Latina


(Do Financial Times) –

Dias Toffoli enfurece ativistas ao ajudar a desmantelar o legado da investigação da Lava Jato no Brasil

A reunião foi presidida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu foco incontroverso foi a ajuda humanitária ao sul do Brasil, atingido pelas enchentes.

Mas a presença de dois convidados evitados durante anos nos círculos políticos por corrupção, e a sua proximidade com Lula, representaram um surpreendente regresso à desgraça.

Sentados de cada lado do presidente na reunião de maio em Brasília estavam Joesley e Wesley Batista, os irmãos bilionários por trás do gigante frigorífico JBS que admitiram ter pago subornos multimilionários durante a Lava Jato – ou “Lava Jato” – corrupção de alto perfil. escândalo.

Para muitos, o seu regresso público ao trabalho sublinha o quão abrangente o legado da longa investigação da Lava Jato está a ser apagado após o regresso de Lula, no ano passado, à presidência para o seu terceiro mandato não consecutivo. A investigação de subornos de uma década revelou corrupção generalizada envolvendo dezenas de políticos e empresários durante um período em que o partido de Lula estava no poder.

Grande parte do trabalho para desmantelar os resultados da investigação – que recuperou bilhões de dólares das empresas envolvidas – esteve nas mãos do Supremo Tribunal Federal e, em particular, do ministro José Antonio Dias Toffoli.

Ex-advogado do Partido dos Trabalhadores de Lula, Toffoli provocou ao longo do ano passado a ira de ativistas anticorrupção com uma série de decisões controversas.

O juiz anulou no mês passado todas as decisões criminais contra o industrial Marcelo Odebrecht, descendente do conglomerado de construção Odebrecht e figura central na investigação da Lava Jato, que em 2016 admitiu crimes como suborno e cumpriu pena de prisão. Continue lendo 




Deixe seu comentário