Campo Grande, 25/07/2024 14:46

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 04 jul, 2024

Deputado Lucas de Lima destina R$ 840 mil para Maternidade Cândido Marian


 

Na manhã desta quinta-feira (4), o deputado estadual Lucas de Lima (PDT), presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, participou da cerimônia de assinatura dos convênios para o repasse de R$ 6,5 milhões em emendas. Somadas às emendas parlamentares do estado, o montante ultrapassa R$ 8,8 milhões e será destinado a sete instituições da área da saúde em Campo Grande.

Lucas de Lima, juntamente com a Bancada Federal e o governo do Estado, destinou R$ 840 mil para a Maternidade Cândido Mariano.

Esses recursos são fundamentais para fortalecer a saúde pública”, afirmou o deputado. “Investir na saúde é investir no bem-estar e na qualidade de vida da nossa população. Precisamos garantir que as instituições de saúde tenham os recursos necessários para oferecer um atendimento digno e eficaz”, finalizou Lucas.

A cidade de Campo Grande, uma das 11 capitais brasileiras com alta probabilidade de aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), já registrou 162 óbitos por SRAG em 2024, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Destinação dos Recursos:

Hospital Adventista do Pênfigo: R$ 700 mil para pagamento de pessoal administrativo e assistencial.

Hospital Nosso Lar: R$ 1 milhão para custeio de profissionais de saúde.

Hospital Cândido Mariano: R$ 2,8 milhões para serviços materno-infantis, incluindo cirurgias eletivas pediátricas e ginecológicas.

Hospital São Julião: R$ 900 mil para serviços laboratoriais, esterilização, radiologia e manutenção de sistemas de gestão hospitalar.

Santa Casa de Campo Grande: R$ 2 milhões para unidades assistenciais, compra de medicamentos e materiais médico-hospitalares.

APAE: R$ 700 mil para pagamento de pessoal especializado e melhoria das condições de saúde no Centro Especializado em Reabilitação.

Associação Juliano Varela: R$ 700 mil para custeio de atividades.

Essa injeção financeira chega em um momento crucial, fortalecendo as instituições de saúde para melhor atender a população sul-mato-grossense.




Deixe seu comentário