Campo Grande, 22/07/2024 07:11

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 25 jun, 2024

Emocionado, Paulo Duarte faz apelo para salvar Pantanal de desastre ambiental


“O Pantanal corre risco de desaparecer, de deixar de ser a maior área alagada para se tornar um deserto”, alertou Paulo Duarte

As queimadas no Pantanal avançam a passos largos para se tornar o ano mais devastador em número de incêndios, superando todos os índices captados pela Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O deputado Paulo Duarte (PSB) fez um apelo na tribuna da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), na sessão desta terça-feira (25), para salvar a maior planície de inundação contínua do planeta.

“O Pantanal corre risco de desaparecer, de deixar de ser a maior área alagada para se tornar um deserto. Estive neste fim de semana na Festa de São João e assisti cenas dramáticas, com o avanço do fogo na área rural. Corumbá concentra a maior parte dos focos e a população de toda região tem sofrido com a fumaça. Assim como o mundo se une pela Amazônia, faço um apelo para que salve o Pantanal”, disse.

Duarte informou que uma delegação do Governo Federal deve visitar a área na próxima sexta-feira e sugeriu que o presidente da Casa de Leis, deputado Gerson Claro (PP), esteja presente, como forma de evidenciar o protagonismo da ALEMS no debate das queimadas do Pantanal.

Gerson reforçou o convite ao Centro Integrado de Comando e Controle do Mato Grosso do Sul (CICC), às 16h30 de hoje. “Vamos buscar informações sobre as ações de combate. Primeiro, a solução para conter o fogo e, num segundo momento, vamos tratar da responsabilização”.

Em aparte, Zeca do PT disse que os motivos do desastre é o desmonte que passaram os órgãos federais de defesa ambiental, como o Ibama. Para João Henrique (PL), a grande massa orgânica contribuiu para a situação em que se encontra uma das maiores reservas naturais do Brasil. Coronel David (PL) e Mara Caseiro (PSDB) falaram que o momento é de colocar em prática as ações emergenciais e esquecer discursos políticos.

Gleice Jane (PT) ressaltou a necessidade de debater a pauta ambiental. “A terra das águas pegando fogo. O recente desastre no Rio Grande do Sul. É a natureza dando resposta para forma como o ser humano tem utilizado e se apropriado do meio ambiente. Precisamos nos aprofundar no debate das questões climáticas”.




Deixe seu comentário