Campo Grande, 21/05/2024 13:42

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 09 maio, 2024

Helicóptero de MS atua no resgate de vítimas das enchentes no RS


As chuvas deste início de maio provocaram as maiores enchentes da história do estado gaúcho

Helicóptero de MS ajuda no resgate de crianças (Foto: CGPA/Sejusp)

Além disso, a aeronave do CGPA (Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo) da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), participou do resgate de pessoas ilhadas e transporte de 700kg de medicamentos enviados a cidades do interior do Rio Grande do Sul.

As chuvas deste início de maio provocaram as maiores enchentes da história do estado gaúcho, deixando 90 mortos, 132 desaparecidos e 361 pessoas feridas até o fim desta terça-feira (7).

Os temporais, que começaram em 27 de abril, ganharam força no dia 29 e já afetaram mais de 1,3 milhão de pessoas em território gaúcho, de acordo com o último boletim da Defesa Civil. Mais de 155 mil pessoas estão desalojadas e outros 48 mil estão em abrigos. A marca já supera a última tragédia ambiental no estado, em setembro de 2023, quando 54 pessoas morreram.

“O mais importante é a mobilização que a sociedade do MS já está fazendo, todo dia saindo carretas de suprimentos, com colchão, cobertor, água, alimentos para o Rio Grande do Sul. Isso é extremamente importante. Então você, cidadão e cidadã sul-mato-grossense, vamos estender a mão nesta hora porque a doação é extremamente importante. Nosso time de Governo está reforçando o apoio de resgate e suporte profissional a quem precisa neste momento”, finalizou Riedel.

O helicóptero da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul) enviado ao Rio Grande do Sul para ajudar no resgate às vítimas das enchentes, continua seu trabalho humanitário e de socorro no estado gaúcho.

Na terça-feira (7) a equipe de militares fez o transporte de uma gestante na cidade de Tapes até o Hospital Moinhos, em Porto Alegre. Ainda realizou o resgate de 35 pessoas, entre crianças e enfermos, e o envio de entrega 1.200 garrafas de água, 550 marmitas, 250 kg de fraldas.

Também houve o transporte de equipe técnica com antena Star link para ajudar nos pontos de comunicação. A aeronave do Mato Grosso do Sul está com base em Porto Alegre, realizando ocorrências em Eldorado do Sul, Canoas e na região sul da capital gaúcha.

O helicóptero esquilo, prefixo PT-FRN, da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul) decolou para o Rio Grande do Sul no último sábado (4), equipado com um guincho elétrico para o resgate de pessoas em áreas isoladas e de difícil acesso.

A equipe é composta por cinco militares especialistas em busca e salvamento. O equipamento é capaz de içar até duas pessoas, suportando um peso de 204 quilos. Também possui um imageador térmico.

Bombeiros

Outra equipe com nove bombeiros militares do Estado e duas viaturas de salvamento também seguiram por terra ao Rio Grande do Sul na última sexta-feira (3). Eles levaram quatro embarcações, dispondo de barcos, caiaques e equipamentos para resgate. O grupo tem oito especialistas em salvamento aquático e mergulho e um médico.

Eles estão atuando nas cidades gaúchas de São Leopoldo e Canoas, e nos primeiros dias já resgataram mais de 900 pessoas e aproximadamente 200 animais.

O comandante do Corpo de Bombeiros, Frederico Reis adiantou que em um segundo momento, assim que as águas abaixarem, a corporação já está preparando o envio de mais uma equipe, que vai seguir com militares e cães para ajudar na parte de busca.




Deixe seu comentário