Campo Grande, 22/07/2024 07:22

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 04 jul, 2024

Plano Safra: Zeca reforça necessidade de ampliar linhas de financiamento para pequenos produtores


O deputado estadual Zeca do PT participou nesta quarta-feira (3), em Brasília (DF), do lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2024/2025, que prevê investimentos na ordem de R$ 76 bilhões destinados ao crédito rural no âmbito do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). O parlamentar ressaltou a importância de se aumentar as linhas de crédito, através do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste), para fomentar políticas agrícolas e impulsionar investimentos para pequenos e médios produtores.

Zeca participou do lançamento do Plano Safra no Palácio do Planalto representando a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, na condição de presidente da Comissão de Desenvolvimento Agrário, Assuntos Indígenas e Quilombolas na Casa de Leis.

No ciclo 2024/2025 do Plano Safra serão R$ 76 bilhões de crédito rural destinados pelo governo do presidente Lula com juros reduzidos, variando de 0,5% a 6%, dependendo da modalidade. O Governo Federal dará ainda mais incentivos a quem produzir alimentos que vão à mesa dos brasileiros e da biodiversidade.

Zeca celebrou o anúncio do Plano Safra, cujo montante é 6,2% maior em comparação ao ciclo passado. O parlamentar reforçou que em Mato Grosso do Sul irá batalhar por mais linhas de crédito, através do FCO, para fomentar o trabalho dos agricultores familiares que atuam em assentamentos, comunidades indígenas e quilombolas.

É orientação do Governo Federal e vamos exigir que uma parte do FCO seja carimbado como dinheiro para financiar a agricultura familiar. O novo Plano Safra da Agricultura Familiar prevê financiamento de pequenos equipamentos a pequenas taxas de juros. O problema é que quando chega aqui no Estado, o FCO vai para os grandes produtores e não resta nada aos trabalhadores da Agricultura Familiar. Vamos exigir a distribuição desses recursos para promover a agroindustrialização para os pequenos produtores”, enfatizou Zeca do PT.




Deixe seu comentário