Campo Grande, 18/07/2024 10:58

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 28 jun, 2024

Cargueiro da FAB combaterá os incêndios no Pantanal


A aeronave brasileira KC-390 Millennium, considerado o cargueiro mais rápido e moderno do mundo, será empregada no combate a incêndios no Pantanal. O avião chegou hoje (28) em Corumbá vindo da base aérea de Anápolis (GO), com 19 tripulantes da Força Aérea Brasileira (FAB), e mais 32 militares.

O secretário de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, afirmou que o emprego do KC-390 no combate ao fogo é essencial neste momento. “Muito importante e imprescindível este apoio aéreo, porque vamos conseguir fazer lançamento em grande quantidade de água em áreas de difícil acesso. Nós temos alguns focos de incêndios hoje que é impossível chegar com os brigadistas e bombeiros militares”, comemorou.

O KC-390 tem capacidade de lançar 12 mil litros de água a cada passagem, equivalente a quatro aviões do modelo air tractor. Recentemente, a aeronave brasileira foi empregada em incêndios florestais na Colômbia. O cargueiro brasileiro possui um sistema modular aerotransportável de combate a incêndios (MAFFS II, sigla em inglês para Modular Airborne Fire Fighting System).

O equipamento projeta a água pela porta lateral na fuselagem, permitindo manter o interior da aeronave pressurizada, ou seja, sem comprometer sua performance. Entre as principais características do sistema MAFFS II, estão o baixo custo de manutenção, rápida configuração e flexibilidade multimissão, podendo ser utilizado no combate a incêndios, derramamento de produtos químicos, contaminação nuclear, radiológica e biológica, entre outros.

KC-390 Millennium

Desenvolvido à pedido da FAB, o KC-390 é uma aeronave multimissão de transporte e reabastecimento em voo, projetado para substituir a frota brasileira do avião norte-americano Hércules C-130. O KC-390 pode transportar 80 soldados plenamente equipados, 66 paraquedistas ou 74 macas em configuração de evacuação aeromédica. A capacidade máxima de carga é 26 toneladas.

O cargueiro brasileiro, fabricado pela Embraer, está na lista de produtos de defesa exportados pelo Brasil, e já foi adquirido pela Hungria, Portugal e Coreia do Sul.

Alexandre Gonzaga, Comunicação do Governo de MS
Fotos: Bruno Chaves




Deixe seu comentário