Campo Grande, 22/09/2021

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 22 jul, 2021

Ex-presidente do PTB e ex-diretor da Assomasul, Ivan Louzada morre vítima de coronavírus


De acordo com informações, Louzada, estava internado há mais de 10 dias tratando a doença, mas não resistiu.

Diego Abud (centro) e Ivan Louzada (dir) (Foto: Edson Ribeiro)

Willams Araújo

Morreu nesta quarta-feira (21), vítima de Covid-19 (novo coronavírus), o ex-presidente regional do PTB e ex-diretor-executivo da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Ivan Porfírio Louzada.

De acordo com informações, Louzada, estava internado há mais de 10 dias tratando a doença, mas não resistiu.

Atualmente, Louzada era diretor-administrativo da Fundação Ivete Vargas, órgão de estudos e pesquisas do PTB, que lamentou em nota o seu falecimento.

“Era uma pessoa querida por todos da Fundação, tanto pelos funcionários como colaboradores e corpo diretor”, divulgou a entidade, da qual  ele já foi presidente, vice e diretor financeiro.

O sepultamento acontecerá nesta quinta-feira (22), das 7h às 9h, no Cemitério das Palmeiras, em Campo Grande.

Em 15 de março deste ano, Louzada visitou a Assomasul, onde visitou velhos amigos. Na ocasião, conversou com o diretor-financeiro  da entidade, Diego Abud, sobre o momento vivido pela administração pública diante da pandemia e analisou o quadro político no Estado e no país.

O ex-dirigente era amigo íntimo do presidente nacional do partido, ex-deputado federal Roberto Jeferson, que foi inclui-se padrinho de casamento de seu filho, Sérgio Louzada, em Campo Grande.

Ele deixou a esposa, Aleida, e o filho, advogado Sérgio Louzada.

Carreira 

Louzada começou na Assomasul quando ainda funcionava  em prédio alugado na Avenida Afonso Pena, esquina com a Barão do Rio Branco, centro da capital.  Depois, atuou na entidade durante o mandato do prefeito de Itaporã, Rivalmir Fonseca (1987 – 1989), passando por Daladier Agi (1989 – 1991), de Paranaíba, Humberto Teixeira (1995 – 1997), de Dourados, e Nildo Alves de Albres (1997 – 1999), de Anastácio.

Em 2002, foi tesoureiro do PFL, hoje Democratas, e presidiu o PTB, partido no qual continua filiado até hoje, de 2008 a 2014.

Foi vice-presidente e secretário-geral da extinta Fundação Getúlio Vargas, que depois recebeu o nome de Fundação Ivete Vargas, onde atualmente exerce o cargo de tesoureiro.

Confira a nota de Pesar do PTB Nacional

O Partido Trabalhista Brasileiro expressa imenso pesar pelo falecimento de Ivan Louzada, diretor administrativo da Fundação Ivete Vargas, que não resistiu ao coronavírus e nos deixou na tarde desta quarta-feira.

O  sepultamento será amanhã (22/07), das 7h às 9h, no Cemitério das Palmeiras, em Campo Grande (MS).

Nossas condolências à família, que Deus conforte os corações de dona Aleida, de seu filho Sérgio e de todas as pessoas tocadas por sua passagem.

Deus o receba em sua Glória.

Diretório Nacional do PTB

Brasília, 21 de julho de 2021.

Fonte – Conjuntura online




Deixe seu comentário