Campo Grande, 25/06/2022

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 15 maio, 2022

Lula lidera, mas Bolsonaro cresce em pesquisa nacional do Instituto Ranking


Instituto Ranking Brasil divulgou neste domingo (15/05/2022) sua segunda pesquisa com intenção de voto para presidente do Brasil. O levantamento, com três mil entrevistas, coletou dados em todas as regiões do Brasil e foi realizado entre os dias 10 e 14 de maio de 2022. A pesquisa está registrada no TSE com o número BR-06764/2022. A margem de erro máxima estimada foi de 1.8 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O questionário foi aplicado em eleitores com 16 anos ou mais por meio de ligações para telefones fixos e celulares. Neste mesmo levantamento foram coletadas também informações sobre os maiores problemas enfrentados pela população brasileira e como esta avalia os poderes da República Federativa do Brasil.

Espontânea para presidente

No primeiro cenário, em consulta espontânea, o ex-presidente Lula (PT) tem 30,00% das intenções de votos, o presidente Jair Bolsonaro (PL) possui 25,50%, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) foi lembrado por 2,40%, o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) foi citado por 0,80% dos entrevistados, o ex-juiz Sérgio Moro (Podemos) tem 0,70%, o deputado federal André Janones (Avante) com 0,60%, a senadora Simone Tebet (MDB) apareceu com 0,50%, o presidente do União Brasil, Luciano Bivar com 0,10% e os demais com 3,00%. Brancos, nulos, indecisos, não souberam ou não responderam totalizaram 36,40%.

Estimulada 1

Lula 39,00%; Bolsonaro 34,00%; Ciro 6,40%; João Doria 2,70%; André Janones 1,50%; Simone Tebet 1,00%; Luciano Bivar e Luiz D`Avila 0,20%. Os indecisos, os que votam em branco ou anulam o voto e os que não souberam ou não responderam somaram 15,00%.

Estimulada 2

Lula 40,00%; Bolsonaro 35,50%; Ciro 6,60%; João Doria 2,80% e Simone Tebet 1,10%. Os indecisos, os que votam em branco ou anulam o voto e os que não souberam ou não responderam somaram 14,00%.

Confronto direto

Estimulada 3: Lula 45,50% e Ciro Gomes 25,00%. Os indecisos, os que votam em branco ou anulam o voto e os que não souberam ou não responderam somaram 25,50%.

Estimulada 4: Bolsonaro 38,50% e Ciro Gomes 35,00%. Os indecisos, os que votam em branco ou anulam o voto e os que não souberam ou não responderam somaram 26,50%.

Estimulada 5: Lula 55,00% e Simone Tebet 15,00%. Os indecisos, os que votam em branco ou anulam o voto e os que não souberam ou não responderam somaram 30,00%.

Estimulada 6: Bolsonaro 50,00% e Simone Tebet 21,00%. Os indecisos, os que votam em branco ou anulam o voto e os que não souberam ou não responderam somaram 29,00%.

Estimulada 7: Lula 45% e Bolsonaro 40,00%. Os indecisos, os que votam em branco ou anulam o voto e os que não souberam ou não responderam somaram 15%.

Rejeição: Bolsonaro 27,00%; Lula 25,00%; João Doria 10,00%; Ciro 8,50%; Luciano Bivar 4,50%; André Janones 3,00%; Simone Tebet 2,20% e Luiz D`Avila 1,20%. Os indecisos, os que votam em branco ou anulam o voto e os que não souberam ou não responderam somaram 18,60%.

Maiores problemas do Brasil

Os entrevistadores perguntaram quais os maiores problemas do Brasil. A maioria dos entrevistados (21,80%) apontou os altos valores dos combustíveis e energia. Logo em seguida apareceram os impostos elevados (18,60%), inflação (16,40%), falta de emprego e renda (15,30%), falta de alimentos (12,00%), trocar os políticos (9,70%), falta de ajuda social (7,20%), falta de moradias (5,80%) e melhorar a educação (4,80%).

Veja a quadro completo abaixo:

Avaliação do presidente

No levantamento realizado pelo Instituto Ranking Brasil, um dos resultados foi a avaliação do presidente da República. 41,10% o consideram ruim ou péssimo; 34,20% o classificam como bom ou ótimo; 22,70% o definem como regular, enquanto 2,00% não responderam ou não souberam responder. Em um segundo cenário, 44,50% disseram que aprova o governo de Jair Messias Bolsonaro, 52,00% desaprovam e 3,50% não souberam ou não responderam.

Avaliação do STF (Supremo Tribunal Federal)

Quanto a opinião dos entrevistados sobre o STF (Supremo Tribunal Federal), 15,50% o consideram bom ou ótimo; 21,30% avaliaram como regular e 50,40% afirmaram ser ruim ou péssimo. Outros 12,80% não souberam ou não responderam.

Senado

Em relação ao Senado, 16,20% o consideram bom ou ótimo, 23,70% acham que é regular e 45,10% dizem ser ruim ou péssimo. Outros 15,00% não souberam ou não responderam.

Câmara dos deputados

No tocante à Câmara dos Deputados, 14,90% a consideram boa ou ótima, 26,60% avaliaram como regular e 26,60% afirmaram ser ruim ou péssima. Outros 16,00% não souberam ou não responderam.

Veja a pesquisa completa em PDF no site:

www.rankingpesquisa.com.br

INSTITUTO RANKING BRASIL

Contato: (67) 9 99680055/67 999623334

https://www.facebook.com/institutorankingbrasil

E-mail: rankingpesquisa@gmail.com




Deixe seu comentário