Campo Grande, 15/05/2021

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 04 mar, 2021

Prefeito e secretária de educação presentes a entrega de merenda e material escolar


A entrega dos kits merenda às famílias dos alunos da Rede Municipal de Ensino/REME foi retomada esta semana pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação/SEMED.

. No ano passado foram entregues mais de 110 mil kits merenda em quatro etapas. Com esta ação, a primeira realizada em 2021, serão quase 150 mil kits merenda distribuídos para as famílias de estudantes da Rede em situação de vulnerabilidade social.

Também teve início a entrega dos kits de materiais escolares para todos os alunos da REME a partir do grupo 4 – crianças que completam 4 anos até 31 de março – até o 9° ano, e ainda aqueles que cursam o programa de Educação de Jovens e Adultos/EJA.

Nesta quarta-feira (3), o prefeito Marquinhos Trad e a secretária Municipal de Educação, Elza Fernandes, acompanharam o trabalho de entrega feito na Escola Municipal de Educação Infantil/EMEI Professor Eloy Souza da Costa, no Bairro Tijuca II.

“Começaram a distribuição dos kits merenda e de material, serão 33 mil kits merenda e 111 mil de materiais escolares”, disse o prefeito Marquinhos Trad. A entrega realizada hoje obedeceu às regras de biossegurança para evitar a disseminação da Covid-19. Apenas três mães foram convidadas previamente para participar da entrega, para não haver aglomeração, e também todas as pessoas presentes usaram máscaras e álcool em gel.

A secretária Elza Fernandes destacou o empenho dos servidores que atuam na distribuição dos kits e também das equipes das unidades, que fazem a entrega às famílias. “Todos trabalham para garantir que os dois kits cheguem aos nossos alunos de forma segura, evitando a disseminação da Covid-19”.

Para receber o kit merenda é necessário que a família do aluno matriculado na Reme esteja inscrita no programa Bolsa Família, do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Cada kit é composto por 5 quilos de arroz, 1 quilo de feijão, 500 gramas de macarrão, 1 quilo de leite em pó, 400 gramas de biscoito e 340 gramas de extrato de tomate. Alunos com alergia a glúten e intolerância à lactose também foram atendidos nas especificidades – pois de acordo com a necessidade, o kit ainda tem biscoito sem glúten, biscoito sequilho, leite de soja, leite com fórmula hidrolisada, leite sem lactose.

A nutricionista da Superintendência de Alimentação Escolar/Suale, Michelli Ignácio, explica que os itens do kit merenda são definidos de acordo com as necessidades nutricionais das crianças. “A intenção é manter o mais próximo possível do que nossos alunos consumiam quando a merenda era oferecida presencialmente nas escolas, tanto em relação à qualidade quanto em nutrientes e calorias”.

AUXÍLIO

A previsão é de entregar 111 mil kits de material escolar, que são compostos por lápis, tesoura, cola, lápis de cor, giz de cera, massinha de modelar, agenda, cadernos diversos, régua, cola colorida, apontador, borracha, tinta guache, com variações de acordo com o ano escolar.

Para as famílias que recebem os kits, os alimentos e os materiais garantem comida na mesa e também a realização das atividades escolares em casa. “Nossa, é uma benção. Ajuda demais na alimentação, pois como a gente recebe no kit o arroz, feijão, leite, que é o básico e mais pesa na compra, dá pra garantir a compra o restante das coisas, como as frutas, carne e até o gás. E com os materiais escolares vai ficar tudo mais fácil para que as crianças acompanhem as aulas remotas”, observa Maricleide Corrêa da Silva, 41 anos.

Ela é mãe de Maria, 4 anos, e Eduardo, 3 anos, que já estudavam na EMEI Eloy Souza da Costa antes da suspensão das aulas presenciais no ano passado, por conta da pandemia da Covid-19. “Eu recebo dois kits merenda, porque é um por criança, então é um alívio. E recebi em todas as distribuições anteriores”, comemora Maricleide contanto que no total já foram dez kits merenda recebidos por sua família desde o início desta ação municipal no dia 23 de março de 2020.

Ana Claudia da Silva, 27 anos, também tem duas crianças na unidade, Eloá, 4 anos e Joaquim, 2 anos. “Eu também recebi o kit merenda desde o começo. E desta vez fiquei ainda mais feliz porque também recebi o kit de material”. As crianças aproveitaram a entrega na escola para matar saudades do espaço. “É aqui que eu estudo e hoje vim receber meus lápis”, disse Eloá.

Mãe de outros dois alunos da unidade – Amanda, 3 anos e Davi, 2 anos –, Luana Souza, 30 anos, também comemora os kits recebidos. “Quando recebo o kit merenda fico tranquila por saber que teremos alimento, não só para eles, mas para todos em casa. E o material com certeza vem ajudar na realização das tarefas”.

Todo o trabalho de distribuição dos kits merenda e escolar, feito pela Semed, teve início na segunda-feira (1°) com a entrega às unidades. Cada escola faz o contato com os responsáveis pelos anos e organiza as medidas de biossegurança para que a família e a criança tenha acesso aos dois kits.

Foto Glenda Gabi




Deixe seu comentário