Campo Grande, 21/06/2024 09:52

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 25 maio, 2024

Rose Modesto chancelou sua pré-candidatura à prefeitura da capital em evento, nesta sexta-feira


Evento que chancelou pré-candidatura de Rose Modesto à prefeitura de Campo Grande foi marcado por apoio do público e de lideranças do partido

Rose Modesto fala a apoiadores ©Ana Laura Menegat – Midiamax

Em evento que chancelou a pré-candidatura à prefeitura de Campo Grande, Rose Modesto (União Brasil) reforçou o compromisso sobre fazer gestão com o servidor público municipal. “Nós vamos dialogar com o servidor público, vamos ouvir. Não tem essa de colocar culpa em servidor não”, adverte.

O evento de lançamento de pré-candidatura da ex-titular da Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste) e presidente estadual do União Brasil, ocorreu na noite desta sexta-feira (24), em Campo Grande.

O encontro contou com lideranças nacionais do partido como o Presidente Nacional do União Brasil, Antônio de Rueda, e ACM Neto, ex-Prefeito de Salvador e 1º vice-presidente do União Brasil.

Correligionários estaduais também compareceram ao evento de apoio a Rose, como os deputados estaduais Rinaldo Modesto e Roberto Hashioka, o vereador Coronel Villasanti, o ex-vereador Dr. Lívio Leite, o ex-vice-governador Murilo Zauith e o ex-ministro da Saúde, Henrique Mandetta.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, não pôde comparecer ao evento devido a problemas logísticos e de agenda, mas enviou um recado de apoio à pré-candidatura de Rose Modesto.

“Vocês sabem que o União Brasil está muito bem representado aí. É fundamental escolher pessoas capazes. Essa cidade merece alguém que tenha conhecimento, paixão e espírito público. Que é a nossa Rose. Ela sabe planejar, sabe exatamente aquilo que é desenvolvimento, quais são os gargalos”, afirmou Caiado.

ACM Neto, Rose Modesto e Antônio de Rueda ©Ana Laura Menegat

ACM Neto, Rose Modesto e Antônio de Rueda ©Ana Laura Menegat

O presidente nacional do União Brasil, Antônio de Rueda, também destacou o histórico profissional de Rose Modesto e o potencial para o cargo. “Ela representa hoje o melhor do União Brasil, a gente entrega hoje uma gestora que está na sua excelência, no seu pico, seu ápice profissional”, garante.

ACM Neto, ex-prefeito de Salvador, aproveitou a oportunidade para ressaltar a força feminina representatividade em Rose Modesto.

“Fiz questão nessa sexta-feira à noite de interromper toda agenda política que eu já tenho pelo União Brasil na Bahia. Não vai faltar apoio do União Brasil na caminhada de Rose para prefeitura. Nós temos grandes quadros. Se Deus quiser, para representar a força e a união de todas as mulheres do Brasil, a Rose futura prefeita”, afirmou.

“Vamos para as ruas”

Rose Modesto, em discurso aos apoiadores, também ressaltou a chancela que tem recebido dos correligionários para as eleições de 2024.

“A mesma esperança de caminhadas anteriores pulsa forte no meu coração, eu tenho Deus, tenho meus amigos, tenho a militância. Mas dessa vez tem algo diferente. Dessa vez nós vamos para as ruas com a força e renovação do Rueda. Vamos para as ruas muito mais preparadas. Quero fazer um agradecimento muito especial, que muita gente não compreendeu, nas caminhadas passadas que não ganhamos. A gente estava tratando com um sistema, um preconceito”, ressaltou.

A ex-chefe da Sudeco aproveitou a oportunidade no palco para destacar os desafios que poderá encontrar, à frente da Prefeitura de Campo Grande, deixados pela atual gestão de Adriane Lopes (PP).

Ela critica a falta de investimentos e o potencial desperdiçado da Capital, especialmente com obras públicas. Um exemplo é que Campo Grande poderia começar a comercializar o couro do boi que é abatido na cidade.

“A capital está perdendo tudo para o interior, os grandes problemas vêm todos para cá. A Capital não pode só perder, perder e perder […] Fazer asfalto sem drenagem é irresponsabilidade. Citei alguns dos grandes problemas que temos aqui nessa cidade, porque minha vontade de trabalhar aqui para que isso mude é muito grande”, observa.

Outro drama vivido pelos campo-grandenses e que foi destacado por Rose é sobre o abandono na área da saúde, como a falta de dipironas e demora no atendimento.

“Ficar criticando por criticar não vai resolver nada, o que falo são verdades que ouço por onde passo. Vou escolher a melhor equipe técnica, não importa se andou com a gente, se não andou, vamos fazer a melhor equipe para saúde de nossa Campo Grande […] tem pouco carro, poucas ambulâncias para quando o paciente precisa. Não dá para aceitar isso”, afirma.




Deixe seu comentário