Campo Grande, 23/06/2024 06:46

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 06 jun, 2024

Senador Nelsinho Trad promove debates sobre os desafios da cooperação amazônica no Peru


São relações internacionais que podem contribuir diretamente em questões ambientais de Mato Grosso do Sul; presidente do Parlamento Amazônico, senador sul-mato-grossense coordenou a reunião do Parlamaz e destacou os impactos do desmatamento da Amazônia em outros biomas, como o Pantanal, e pediu colaborações
Depois de dez anos sem atividade, o Parlamento Amazônico (Parlamaz) retorna no Peru com força pela preservação ambiental. Nessa quarta-feira, Dia Mundial do Meio Ambiente, sob a presidência do senador Nelsinho Trad, o Parlamaz realizou a sua VIII Reunião Extraordinária em Tarapoto – Capital de San Martín. “A escolha do Peru para sediar a assembleia teve significado especial, foi no Congresso Peruano que o Parlamaz nasceu em 1989”, explicou o presidente do Parlamaz.
A reunião contou com a participação de delegações dos países membros e de  representantes de organizações ligadas à preservação e desenvolvimento da Amazônia. “É um grande desafio trabalhar na promoção de políticas públicas que envolvam os países membros da Amazônia. Temos grande expectativa no trabalho do senador Nelsinho Trad, presidente do Parlamento Amazônico porque é extremamente importante envolver políticas públicas transversais que cuidem do meio ambiente e da bacia do Amazonas”, disse o vice-presidente do Congresso do Peru, Arturo Alegria.
Durante o evento, foram abordadas a institucionalização do colegiado no âmbito da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) e implementação de políticas públicas em favor do território amazônico e das influências do local para outras regiões. O professor Carlos Eduardo Young, do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, enfatizou sobre os impactos do desmatamento da Amazônia em outros biomas, como o Pantanal. “Se não tiver a chuva na Amazônia vindo para o Pantanal, o Pantanal vai secar. E o Pantanal secando, acontece a sucessão de incêndios e savanização de uma das áreas mais lindas do planeta”, alertou Young, destacando a interconexão entre os ecossistemas e a necessidade de ações integradas de preservação.
Para o senador Nelsinho Trad, esses encontros internacionais vão favorecer diretamente a proteção ambiental em Mato Grosso do Sul. “Estou confiante de que, se seguirmos apostando em um parlamento inovador, que se reúne regularmente para discutir temas relevantes e compartilhar experiências, teremos nossa institucionalização concretizada”, concluiu o senador Nelsinho Trad.
Missão no Peru
Em três dias, o grupo discute e conhece ações sustentáveis. Nesta quarta-feira (5), o senador Nelsinho Trad e membros do Parlamaz exploraram práticas de bioeconomia na região de San Martín, soluções sustentáveis para a conservação da Amazônia. “Definida como a produção, utilização, conservação e regeneração de recursos biológicos integrando ciência e inovação, um modelo que alia crescimento econômico e preservação ambiental, gerando benefícios circulares e inclusivos”, explicou o senador Nelsinho Trad.
Visitaram também a Allima Cacao, projeto em Chazuta que promove a produção sustentável de cacau. Gerente da cooperativa, Carlos Angulo explicou como a inovação no processamento e o uso de tecnologias sustentáveis, como energia solar e sistemas agroflorestais, beneficiam tanto a economia local quanto a preservação ambiental. “A Allima Cacao gera renda e protege a floresta”, disse Angulo.
Carlos Angulo também detalhou o uso de energia solar e métodos inovadores para processar o cacau, que reduzem o impacto ambiental e aumentam a eficiência.  “Saímos daqui com novas ideias e projetos que poderão transformar a realidade das comunidades que dependem da floresta”, afirmou o senador Nelsinho Trad.
Linha do tempo
O senador Nelsinho Trad recordou que, em 2019, era presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE) no Senado Federal e, durante reunião de fim de ano com embaixadores dos países que têm o território amazônico, foi solicitado a ele que reativasse o Parlamento Amazônico (Parlamaz). No ano seguinte, mesmo com os desafios da pandemia, o parlamentar se empenhou e o parlamento foi reativado oficialmente. “Em 2021, fizemos encontros virtuais. Há dois anos, conseguimos implantar a organização e, hoje, o Parlamaz é uma realidade com ação presencial no Peru e estamos, neste momento, buscando a sua institucionalização”, explicou o senador Nelsinho Trad que tem esse compromisso mundial para proteger a Amazônia de Todos.



Deixe seu comentário