Campo Grande, 15/05/2021

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 04 mar, 2021

Suicídio e automutilação: Lídio Lopes quer notificação compulsória dos casos


O deputado estadual Lidio Lopes (Patriota) apresentou na sessão desta quinta-feira o projeto de lei que dispõe sobre a notificação compulsória de casos de automutilação e tentativa de suicídio por parte dos estabelecimentos de ensino e de saúde de Mato Grosso do Sul. De acordo com o projeto a notificação de caráter sigiloso, deve ser feita às autoridades sanitárias e de segurança pública nos casos suspeitos ou confirmados de violência autoprovocada.

A violência autoprovocada é um comportamento sugestivo de um estado intenso de sofrimento, com o objetivo de alívio emocional ou de autoextermínio. É importante a distinção entre os tipos de violência autoprovocadas, pois, ao contrário do que muitos imaginam, nem sempre é uma tentativa de suicídio, na maioria dos casos o que ocorre é a automutilação. O suicídio, por vez, tem alta prevalência no Estado e em todo o País, que é o oitavo no mundo em número de casos. No passado, este problema era tratado como tabu, ou ignorado por muitos. Além disso, se preconizava o silêncio como forma de evitar o estímulo a novos casos.

”Nós temos dados que segundo psiquiatras do Hospital Universitário de Brasília, um a cada cinco adolescentes e jovens adultos no mundo, pode vir a praticar esse tipo de violência, uma estatística alarmante, por isso acredito que este projeto trará enormes benefício em defesa da vida, para toda a sociedade, inclusive aos jovens e adolescentes”, destaca Lidio Lopes.

O projeto segue para Comissão de Constituição, Justiça e Redação, para posteriormente ser votado em plenário e se aprovado segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja.




Deixe seu comentário