Campo Grande, 03/03/2024 05:51

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 28 nov, 2023

A ‘cultura’ da embriagues


(por José Maria Correia) – 

No Brasil persiste a cultura de pouco caso em relação à proibição de dirigir após ingerir bebida alcoólica.
Milhares ou milhões de pessoas saem dirigindo embriagadas ou sob efeito de drogas após casamentos, bailes, raves e baladas..
As garagens e estacionamentos lotados em estádios de futebol e eventos esportivos onde a bebida corre solta.
O mesmo nas praias e parques.
Quem passa no Barigui ou em Santa Felicidade constata isso direto.
Sem falar no caso dos caminhoneiros transportando 50 toneladas e dirigindo alterados por rebites.
O resultado previsível são os acidentes com lesões graves – em muitos casos fatais.
Na madrugada o “costume” é mais constante.
Depois cada motorista apresenta sua justificativa diante das famílias das vítimas enlutadas.
São tantos casos que nem me refiro especificamente ao da vereadora curitibana, um a mais , porém com o agravante de ela ser pessoa pública.
Enquanto persistir essa cultura, se é que se pode chamar assim, será desse jeito mesmo.
E não haverá blitz que dê jeito.
Tenho muitos amigos e parentes que desgraçadamente perderam filhos muito jovens vítimas de acidentes, assim como motoristas ou passageiros em casos de embriaguez.
Muitos mesmo.
Que fazer em uma sociedade onde o álcool e volante convivem no cotidiano?
Meu saudoso amigo o médico neurologista Mauro Goulart dizia que a maioria dos traumas que atendia ocorriam em pequenos percursos de festas para casas que as pessoas julgavam trechos seguros.




Deixe seu comentário