Campo Grande, 21/07/2024 18:58

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 23 jan, 2024

Jovens e adultos precisam estudar mais


( por Wilson Aquino) – A situação do analfabetismo e do analfabetismo funcional no Brasil, lamentavelmente, é mais alarmante do que as estimativas e estatísticas sugerem. Milhares de jovens, ansiosos para ingressar no mercado de trabalho, e mesmo aqueles já empregados, enfrentam obstáculos consideráveis ao tentar avançar nos estudos além do ensino médio. Muitos sequer conseguem concluir esse ciclo, seja por restrições de tempo e recursos ou, lamentavelmente, por uma certa inércia pessoal.

A influência da família parece estar diminuindo, deixando os jovens desamparados diante dos desafios necessários para conquistar um diploma de nível superior, que ampliaria suas oportunidades de inserção no mercado  de trabalho com remuneração mais atrativa. Pais, por sua vez, não costumam dar o exemplo da importância de ler e estudar para adquirir conhecimento. A maioria não lê, não estuda e mantem uma vida de dificuldades financeiras sem força para buscar o aprimoramento profissional ou uma nova profissão.

As autoridades constituídas também não oferecem praticamente nenhum estímulo para que esses jovens e adultos retornem às salas de aulas para buscar uma nova e digna profissão, capaz de garantir o sustento familiar com mais qualidade de vida. Pelo contrário, pois parece existir um interesse malévolo em manter o povo ignorante e carente de instrução adequada, facilitando assim a sua manipulação política em benefício de grupos e partidos específicos. Esses procedimentos são abomináveis, lamentáveis e desumanos.

Não é mera coincidência que o Brasil, dotado de recursos abundantes, terras férteis, clima favorável, uma população trabalhadora e criativa, além de vastas riquezas naturais, ainda se veja imerso na miséria, com inúmeras famílias enfrentando a fome. Esse cenário comprova que as autoridades governamentais, em sua maioria, parecem trabalhar no sentido de manter sim a população desinformada, facilitando, dessa forma, sua exploração política.

A falta de investimentos na Educação é um indício dessa intenção. Um povo educado e bem instruído não se deixa enganar e tem maior capacidade de lutar por condições de vida pessoal e coletiva mais dignas. É desolador testemunhar jovens e adultos presos a profissões precárias, recebendo salários-mínimos, sem estímulos ou condições para se aperfeiçoar profissionalmente e alcançar uma vida profissional e econômica mais satisfatórias. A falta de perspectiva faz com que muitos se acomodem nessa realidade, impedindo-os de superar novos desafios, melhorando sua própria profissão ou buscando outras alternativas.

O problema educacional começa na infância, no lar, onde os pais não incentivam a leitura e os estudos adequados com bons livros, que são prazerosos. A falta de disciplina no tempo dedicado à leitura pode impactar significativamente na formação do indivíduo, determinando, em parte, o seu sucesso profissional futuro. No entanto, é crucial compreender que sempre é tempo de mudar. As famílias podem fortalecer os laços com as crianças desde já, enquanto os adultos precisam perceber que nunca é tarde para buscar conhecimento e avançar na vida profissional.

Falta ousadia a indivíduos jovens e adultos, para enfrentar desafios, por maiores que eles sejam, e conquistar aquilo que se almeja. As oportunidades estão aí, aos montes, disponíveis e expostas a todos. No entanto, para se obter êxito, como em tudo na vida, é preciso muito esforço, trabalho e dedicação. E nunca, absolutamente nunca, se abater e desistir diante de possíveis fracassos. É preciso ser perseverante e determinado.

Gosto muito da frase: “Todo esforço tem sua compensação”. Ela não é formada por simples palavras; é como um mantra de uma lei Universal, que promove justiça aos ousados e destemidos que não se abalam com os obstáculos e adversidades da vida quando estão focados a seguir um caminho em busca da realização de um sonho.

Então, além de cursos superiores, existem inúmeras opções de cursos rápidos e técnicos, de curta duração, capazes de proporcionar ganhos financeiros consideráveis. A chave está na iniciativa de buscar, correr atrás daquilo que se gosta e seguir adiante. Investir na educação é o caminho para transformar o Brasil em uma poderosa nação, oferecendo qualidade de vida para todo os seus cidadãos.

Jovens e adultos também parecem se esquecer de que podem contar com dois grandes e poderosos aliados em sua jornada da vida: Deus e Jesus Cristo, Senhores de todas as coisas. Nossos Criadores. Eles estão sempre prontos para nos ajudar e nos dar forças para lutarmos pela materialização de nossos sonhos, nossos ideais. Tudo o que precisamos fazer para obter ajuda é buscá-Los em oração, fé e devoção.

*Jornalista e Professor




Deixe seu comentário