Campo Grande, 21/02/2024 14:33

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 20 nov, 2023

O Dia da Consciência Negra


(por José Maria Correia) – 

Nosso Brasil foi o último do mundo a abolir a escravidão.

Cerca de cinco milhões de africanos foram aprisionados e traficados durante quatro séculos para uma vida de servidão, miséria, torturas e flagelos.

A média de vida de um escravo era em torno de apenas vinte e cinco anos.

E todas as instituições públicas acobertavam as crueldades diabólicas, com ferro, correntes, chibatas e fogo.

Depois e com a libertação tardia foram abandonados nos campos e nas cidades indo sobreviver em quilombos e nos morros.

Temos todos uma dívida impagável com os afrodescendentes e com os povos originários ,

Depois da escravidão surgiu o racismo , a exploração trabalhista e o preconceito.

A nossa instituição retrógrada , como as demais, também demorou séculos para aceitar mínimamente em seus quadros pessoas pretas, que aliás se distinguiram muito pela competência e inteligência.

Não podendo citar todos e todas , presto minha homenagem na pessoa do notável colega Azor , professor da UFPR e nosso Delegado Geral durante sete anos e dois governos sucessivos.

E autor e intérprete de grandes sambas, expressão maior de nossa cultura.

E a grande colega Dra. Tereza Cabistani , primeira mulher delegada afrodescendente, que enfrentou e venceu todas as discriminações, decorrentes da ignorância, cultura atrasada e maldade humana,

Gostaria de me estender falando de Abdias Nascimento, José do Patrocínio, Machado de Assis, Zumbi dos Palmares e tantos outros heróis e heroínas que ilustraram nossas vidas com a arte, a literatura, a ciência política , a música , o teatro e o cinema.

Mas fico por aqui ouvindo Jamelão e Elza Soares, relendo Castro Alves e esperançando por um mundo mais justo , menos desigual, mais solidário e fraterno e generoso




Deixe seu comentário