Campo Grande, 01/03/2024 07:40

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Economia

Economia • 10 jan, 2024

Alta de 14% no emplacamento de veículos, supera a média do país


Mato Grosso do Sul registrou alta de 14% nos emplacamentos de veículos no comparativo com o ano passado. De janeiro a dezembro de 2023 foram 59.380 novos emplacamentos no Estado. O índice ficou acima da média nacional de 12% divulgado pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Emplacamento de veículos supera média nacional (Foto: Divulgação)

Entre as maiores altas, está o emplacamento de ciclomotores, também conhecidos por “cinquentinhas” em referência à velocidade máxima que atingem. No comparativo de um ano para outro, houve um aumento de 54,76% no registro desse tipo de veículo no Estado. Em 2023, 195 novos ciclomotores passaram a circular nas vias urbanas, enquanto 2022 fechou com 126.

Essa alta pode ser atribuída a Resolução nº 996/2023 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) que, entre outras regulamentações, definiu que os ciclomotores precisam ser emplacados e o condutor deve portar CNH na categoria A ou ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor).

Ainda na categoria duas rodas, o ano passado registrou 16.522 novos motociclos em circulação no Estado, representando uma alta de 24,53%, no comparativo com 2022.

Já na categoria quatro rodas, entre os meses de janeiro a dezembro de 2023 foram emplacados 13.980 automóveis leves em MS, o que representa uma alta de 8,81% em comparação com 2022.

Na avaliação da diretora de veículos do Detran-MS, Priscila Rezende, a alta nos emplacamentos deve-se a uma série de fatores, entre eles o bom momento econômico que Mato Grosso do Sul vive.

Frota

Atualmente a frota sul-mato-grossense conta com 1,8 milhão de veículos. Sendo a maior parte composta por automóvel (828,6 mil), motocicletas (385,1 mil), caminhonetes (205,3 mil) e motonetas (129,8 mil). Nos últimos dois anos, a frota estadual aumentou 3,55%.




Deixe seu comentário