Campo Grande, 01/03/2024 09:26

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 05 jan, 2024

Ambiental aplica mais de R$ 134 mil em multas durante a Operação Piracema


Corporação indica aumento exponencial em 18 vezes da quantidade de pescados apreendidos no ano passado em MS

Ambiental durante ação na Piracema (Foto: Divulgação )

A Operação Piracema, período crucial para a proteção dos recursos aquáticos, registrou avanços notáveis durante o defeso, entre 05 de novembro de 2023 e 01 de janeiro de 2024. Com o objetivo de combater a pesca ilegal e o comércio irregular de pescados, a ação coordenada entre órgãos de fiscalização, juntamente com patrulhamentos fluviais e terrestres, alcançou números expressivos.

Os resultados incluem a apreensão de 902 kg de pescado, 03 embarcações com motores de popa, 08 redes de pesca e a autuação de 30 indivíduos, totalizando R$ 134.356,30 em multas aplicadas.

As atividades de fiscalização preventiva e as ações de educação ambiental permanecem como pilares fundamentais do Comando de Policiamento Ambiental, uma vez que demonstram excelentes resultados na prevenção de crimes e infrações contra o meio ambiente.

Como resultado dessas ações direcionadas, foram apreendidos 224 metros de rede de pesca, petrecho proibido comumente utilizado. Essas intervenções são cruciais para a proteção da ictiofauna, pois visam coibir práticas que ameaçam a reprodução e a preservação das espécies aquáticas, garantindo a manutenção equilibrada dos ecossistemas dos rios.

Entre os destaques, ressaltam-se as ocorrências em Aquidauana. Na região, foram confiscadas 11 unidades de Pacu, totalizando 26,695 kg, com evidências de utilização de petrechos de emalhar. Além disso, 12 unidades de cachara, somando 83,400 kg e 01 unidade de Barbado, com peso de 2,500 kg, foram apreendidas.

Adicionalmente, 263,515 kg de cortes diversos de pescado foram encontrados, resultando em uma multa de R$ 27.522,00. No mesmo município, outras apreensões foram realizadas, incluindo 27,800 kg de Cachara, 54,800 kg de Pintado e 171,800 kg de Pacu, todos provenientes de pesca proibida, totalizando R$ 25.000,00 em multas.

Comparando com a Operação Piracema do ano anterior, houve um aumento exponencial em 18 vezes da quantidade de pescados apreendidos (em quilogramas). Esse dado enfatiza o comprometimento do Comando de Policiamento Militar Ambiental com a proteção da ictiofauna do estado, destacando a intensificação dos esforços para coibir práticas ilegais que ameaçam os recursos naturais.

A Operação Piracema reafirma a relevância da fiscalização e do cumprimento do período de defeso, garantindo a reprodução e preservação dos cardumes. Além disso, conscientiza a população sobre a importância da proteção dos ecossistemas aquáticos, assegurando a sustentabilidade das atividades pesqueiras para as futuras gerações.




Deixe seu comentário