Campo Grande, 29/05/2024 20:25

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 08 maio, 2024

Mato Grosso do Sul pode se tornar num dos maiores produtores de ovos do país


O Grupo Yabuta pretende implantar um megaempreendimento de avicultura de postura no Distrito de Nova Casa Verde

O secretário de desenvolvimento Econômico e Sustentável da Semadesc, Rogério Beretta, recebe o coordenador de Pecuária, Marivaldo Miranda, e 0 proprietário da empresa Fábio Yabuta (Foto: Divulgação Semadesc)

A produção de ovos em Mato Grosso do Sul deverá ter um salto nos próximos anos com a concretização do megaempreendimento de avicultura de postura do Grupo Yabuta, no Distrito de Nova Casa Verde. Localizada na MS-134, no acesso pelo Km 117 da BR 267, o complexo da granja abrange cinco aviários e também uma fábrica de ração para suprir a criação de milhões de galinhas poedeiras.

Em visita hoje (7) ao secretário de desenvolvimento Econômico e Sustentável da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), Rogério Beretta, e ao coordenador de Pecuária, Marivaldo Miranda, o proprietário da empresa Fábio Yabuta, sinalizou que, atualmente, em apenas cinco aviários em Nova Casa Verde, ele já aloja 1 milhão de aves, que produzem 2 mil caixas com 30 dúzias de ovos por dia.

Com a operacionalização completa do empreendimento previsto para 2027, a capacidade subirá para 4 milhões de aves ao dia e pode gerar 450 empregos e 8 mil caixas com 30 dúzias de ovos por dia.

De acordo com o empresário Fábio Yabuta, hoje a empresa tem 250 trabalhadores na granja de Nova Casa Verde. “Com este novo empreendimento devemos chegar a 2 mil funcionários nas 3 unidades de MS, considerando as granjas que já pertencem ao grupo em Ivinhema e Jateí. Ele enfatiza ainda que a previsão é de que a granja de Nova Casa Verde aloje, em plena operação, 4 milhões de aves brancas, mais 2 milhões de vermelhas e 1 milhão de galinhas livres de gaiolas.

“Com isso, nossa meta é transformar o Estado é um dos maiores produtores de ovos do Brasil, superando até mesmo São Paulo”, destacou o empresário que tem a sede em Bastos (SP).

Yabuta lembra que o projeto caminhou após encontro realizado no estande da Semadesc na SIAVES, maior feira de avicultura do País, em 2022. “O encontro com os secretários Jaime Verruck e Beretta foi importante para que nosso projeto se consolidasse”, frisou.

Para o secretário de Desenvolvimento, Rogério Beretta, o empreendimento é uma mudança de patamar no desenvolvimento da região. “O Estado têm garantido total apoio tanto aqui na Semadesc, por meio de ações de apoio e incentivo e auxílio ao empresário em questões de produção e energia; como o Governo por meio de obras de infraestrutura como asfalto até a granja e investimentos no distrito de Nova Casa Verde. Tudo isso justamente para dar condições da plena realização do projeto que gera emprego e renda, uma das prioridades do Governo Riedel”, citou Beretta.

Projetos como do grupo Yabuta também estão no eixo das estratégias da Semadesc, de tornar Mato Grosos do Sul um Estado Multiproteína. “Já temos avançado muito na avicultura de corte e agora com este projeto de ovos, damos mais um passo para o fortalecimento da cadeia produtiva da avicultura estadual.  Temos orgulho da qualidade e eficiência da nossa produção de proteína animal. E empreendimentos como este só reforçam a meta de nos tornamos também o Estado Multiproteína”, pontuou Beretta.

Além do megaempreendimento da Yabuta, o grupo estuda implantar um confinamento de bovinos com capacidade de engorda de 30 mil cabeças no Estado.




Deixe seu comentário