Campo Grande, 24/02/2024 04:52

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 24 jan, 2024

MS terá R$ 966 milhões para infraestrutura urbana em 2024


O governador Eduardo Riedel (PSDB) vai se encontrar com os 79 prefeitos para alinhar os investimentos

Valor divulgado por Helio Peluffo (Seilog) será aplicado em asfalto, prédios e aeroportos (Foto: Chico Ribeiro)

Mato Grosso do Sul planeja executar R$ 966,4 milhões em obras urbanas em 2024, anunciou nesta terça-feira (23) o secretário Helio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística). Já aprovado pelo governador Eduardo Riedel, o recurso será utilizado em obras de asfalto, drenagem, prédios e aeroportos, entre outras dentro dos municípios.

Peluffo divulgou o planejamento da secretaria durante a primeira assembleia geral do ano da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), conduzida pelo presidente da instituição, o prefeito Valdir Couto Júnior, de Nioaque. Prefeitos de todo o Estado participaram do encontro.

“O governador Eduardo Riedel vai se encontrar com os 79 prefeitos para alinhar esses investimentos, reforçando o caráter municipalista do Governo de Mato Grosso do Sul. Essas reuniões já começaram e, nos próximos dias, todos terão a oportunidade de sentar à mesa para destacar as prioridades de seus municípios”, destacou o secretário aos gestores.

Conforme planejamento da Seilog, os R$ 966,4 milhões de obras a contratar ou conveniar em 2024 estão divididos da seguinte forma:

R$ 653,9 milhões para infraestrutura urbana (pavimentação, recapeamento e drenagem);

R$ 137,1 milhões para obras civis (construções e reformas de prédios da segurança, da saúde e da cultura);

R$ 175,4 milhões para obras aeroportuárias.

No encontro com os prefeitos, Peluffo também pontuou os investimentos na malha viária do Estado. Já para 2024, R$ 2,1 bilhões serão destinados para as rodovias, sendo R$ 1,7 bilhão para pavimentação, R$ 348,3 milhões para restauração, R$ 50,4 milhões para construção de pontes e R$ 22,8 milhões para execução de projetos de engenharia.

Conforme explicação do secretário, os projetos em desenvolvimento serão transformados em R$ 4,68 bilhões em obras (valor estimado). Com esse cálculo, o governo estadual planeja investir R$ 6,8 bilhões na malha rodoviária do Estado até 2026. Desse total, R$ 4,5 bilhões virão do Fundersul  (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul) e R$ 2,3 bilhões do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento).

Além do secretário Helio Peluffo, estiveram presentes na assembleia geral da Assomasul os secretários Eduardo Rocha (Casa Civil), Pedro Caravina (Governo e Gestão Estratégica), Marcelo Simões (Saúde), Marcelo Miranda (Turismo, Esporte e Cultura) e Anderson Chadid (Assistência Social e Direitos Humanos).

Todos apresentaram o planejamento das ações de suas áreas de governo para os próximos três anos.

Por participar do 1º Fórum de Governadores do Brasil Central – 2024 em Brasília (DF), nesta terça-feira (23), o governador Eduardo Riedel não pode estar presente no encontro dos prefeitos. Mas confirmou reunião com cada um deles para definir investimentos.




Deixe seu comentário