Campo Grande, 16/06/2024 15:18

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 23 nov, 2023

No dia do Músico Hashioka entrega Medalha Tom do Pantanal a artistas da terra


Músicos dos mais diversos gêneros foram homenageados durante a Sessão Solene de entrega da Medalha Tom do Pantanal – Arara Azul. O evento, realizado na noite de quarta-feira, 22, na Assembleia Legislativa, foi presidido pelo deputado estadual Roberto Hashioka (União Brasil) em homenagem ao Dia do Músico, comemorado na mesma data.

Para Hashioka, a solenidade foi uma maneira de prestar reconhecimento a todos que fazem da música sua motivação de vida, despertando naqueles que a ouvem profunda admiração. “Ao engrandecerem Mato Grosso do Sul, vocês levam alegria e todos os demais sentimentos que a música proporciona. Com instrumento e voz, vocês traduzem a narrativa que ressoa de forma significativa a essência humana, fazendo ecoar canções que permanecerão para sempre na memória de todos nós”, destacou o proponente da sessão solene.

Os convidados e homenageados foram presenteados com muita musicalidade no decorrer do evento. O Quinteto do Jazz recepcionou os participantes que passavam pelo saguão principal da Alems. O Hino de Mato Grosso do Sul foi executado pelo Maestro Antônio Marcos Ramires Bezerra e pelo multi-instrumentista Adilson Big Fernandes. Em seguida, o cantor Alencastro interpretou músicas de louvor.

A Orquestra Indígena de Mato Grosso do Sul foi a próxima a se apresentar, com músicas regionais de MS e da fronteira. Ao final do evento, o sanfoneiro e compositor Gersão, acompanhado dos músicos Chicão Castro, Givago e Patrick Redder, vocalista do Grupo Tradição. “A música transforma simples momentos em experiências inesquecíveis como a desta noite, que certamente ficará guardada na trilha sonora das nossas vidas”, apontou Hashioka.

Representando os homenageados da noite, Chicão Castro disse ser um desafio muito grande falar em nome de tantos artistas talentosos. “Assim como para mim, creio que para todos os músicos aqui presentes, não foi uma jornada fácil. Passamos por muitos perrengues, mas quando eu coloco os pés no palco e sinto a energia da plateia, vejo todo esforço valer a pena. A música é minha paixão, e agradeço profundamente por esse reconhecimento. Dedico esse momento para todos que estão aqui e também para todos os músicos, que com sua arte, trazem alegria para muitas pessoas. Agradeço ao deputado Roberto Hashioka por valorizar e celebrar a contribuição dos artistas para a sociedade”, disse, emocionado o músico.

Logo depois, o cantor Rodolfo, da dupla Maria Cecília & Rodolfo, falou sobre o sucesso dos artistas sul-mato-grossenses além das fronteiras. “A música tem o poder de salvar as pessoas de todo tipo de problema. É um prazer levar o nome do nosso Estado ao restante do País e uma honra ser daqui”, destacou.

A Medalha Tom do Pantanal – Arara Azul
Proposta pela ex-deputada Dione Hashioka, a Resolução 12/2010, de 27 de abril de 2010, instituiu a Medalha Tom do Pantanal – Arara Azul, que é outorgada anualmente ao músico, dupla ou grupo musical regional dos mais diversos gêneros e que se destacaram por seu talento e atuação em difundir o nome do Estado de Mato Grosso do Sul para conhecimento nacional ou internacional.

Constituída de Medalha e Diploma, a honraria foi entregue a 26 artistas, duplas ou grupos. Os homenageados de Hashioka foram Maria Cecília & Rodolfo, Orquestra Indígena, Thiago Freitas, Banda Lilás, Chicão Castro e Gersão. Os outros agraciados pela medalha foram Givago, Canto da Terra, Maestro Mauro Benante, Grupo Uirapuru, João Haroldo e Betinho, Victor Gregório & Marco Aurélio, Sérgio Dorneles, Grupo Tradição, Dora Sanches, Ilton Gregório de Jesus, Juliana Monteiro, João Paulo & Dudu, Kaio & Gabriel, Willian Monteiro, Maycon Balbino, Santhiago Filho, Fred & Victor, Índio Valério, Batô & Cleber e Maria Alice.

Compuseram a Mesa o deputado Roberto Hashioka (presidente), o deputado Renato Câmara (vice), o secretário de estado de turismo, esporte, cultura e cidadania Marcelo Miranda, o diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Edu Mendes, o maestro Nilo Cunha, representando o Tribunal de Justiça de MS, o presidente do Sindicato dos Músicos, Autores e Técnicos de Mato Grosso do Sul (Simatec/MS), Béko Santanegra, e o cantor e apresentador Chicão Castro, representando os homenageados.

_Adriana Viana/Assessoria Parlamentar_

Fotos – Vagner Guimarães ( Alems)




Deixe seu comentário