Campo Grande, 21/06/2024 11:02

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 31 jul, 2018

Para enfrentar MDB e PDT, Reinaldo monta palanque com DEM, PTB e PSD


Outros partidos de melhor densidade eleitoral deve reforçar projeto de reeleição do candidato tucano

Em pré-campanha à reeleição, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), desenhou nesta terça-feira (31), o que deve ser o formato da chapa majoritária pela qual enfrentará seus principais rivais, a senadora Simone Tebet (MDB) e o juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT).

O palaque do líder tucano, que oficializará a sua candidatura durante convenção no próximo sábado (4), na sede do diretório estadual, em Campo Grande, deverá contar, entre os principais partidos, com o DEM, PTB e PSD.

Em entrevista pela manhã, o governador afirmou que virá com o ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB) e seu ex-secretário de Infraestrutura Marcelo Miglioli. Contudo, segundo o chefe do Executivo, conversas podem acontecer até esta sexta-feira (3), um dia antes da convenção tucana.

“Nós estamos discutindo entre Nelsinho e Marcelo [Miglioli], são os dois nomes da possibilidade de compor. Mas isso até na sexta-feira, porque a convenção é sábado, nós teremos praticamente definidos quais os partidos e quem estará conosco nas eleições e na disputa desse ano”.

Azambuja analisou também a possível candidatura de Murilo como seu vice. Seguindo o discurso de não revelar certeiramente a negociação, disse apenas que a conversa com o partido está adiantada. “Nós temos uma sintonia hoje da formatação da majoritária. Tem uma conversa bem adiantada com o Democratas e da possibilidade compor a majoritária indicando alguém de Dourados para compor essa chapa. Então nós estamos terminando essa discussão”.

Reinaldo falou ainda sobre uma possível aliança com o PSD do prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad. “Vamos ter uma reunião no diretório do PSD e provavelmente a gente possa consolidar isso, é uma vontade de ambos os partidos. Já existe uma afinidade e eu sempre digo que aliança política você faz com quem gosta e quem gosta de você. E eu tenho certeza que esse é o espírito”. As informações são do Portal Página Brazil.

 




Deixe seu comentário