Campo Grande, 19 de novembro de 2019

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 21 out, 2019

Mais pobre e mais desigual (Editorial/Estadão)


O País predominantemente pobre e, pior, com renda ainda mais concentrada apresentado pelos dados sobre rendimentos da população brasileira é a dramática consequência das falácias que encobriram as chamadas políticas sociais da era lulopetista. A pesquisa Rendimento de Todas as Fontes 2018, baseada nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é o retrato em números da herança social legada pelo lulopetismo. A piora, a partir de 2014, do Índice de Gini, indicador internacionalmente utilizado para aferir o grau de concentração de renda numa sociedade, é a prova mais contundente da fragilidade das ações dos governos chefiados pelo PT, sempre anunciadas com inequívoco discurso político-eleitoral, e da precariedade dos mecanismos nos quais elas se sustentavam.

Leia Mais »




Deixe seu comentário