Campo Grande, 20/05/2024 11:08

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Brasil

Brasil, Política • 03 abr, 2018

Ponta Grossa cassa cidadania honorária de Lula e André Vargas


A Câmara Municipal de Ponta Grossa aprovou hoje em primeira discussão, os projetos de lei que revogam os títulos de cidadania honorária da cidade concedidos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ao ex-deputado André Vargas (expulso do PT).

“Estas pessoas não são merecedoras do título de cidadania de uma cidade tão ordeira e de um povo trabalhador. Se não tivesse o Lula, o André Vargas e essa corja de vagabundos e ladrões que existe no Brasil, o nosso país seria bem melhor”, defendeu o vereador George de Oliveira, autor da proposição. Com informações do blog do Johnny.

Para o vereador George Luiz de Oliveira (PMN), autor dos projetos que cassam os títulos ao ex-presidente e ao ex-deputado petista, as proposições não afetam o dia-a-dia da cidade, mas tratam-se de “uma questão moral”. “A Capital Cívica do Estado do Paraná precisa dar exemplo. São pessoas que roubaram e envergonharam a nação. Por causa da corrupção praticada por eles falta dinheiro para a saúde, educação e segurança. Estas pessoas não são merecedoras do título de cidadania de uma cidade tão ordeira e de um povo trabalhador. Se não tivesse o Lula, o André Vargas e essa corja de vagabundos e ladrões que existe no Brasil, o nosso país seria bem melhor”, defendeu o vereador, informando que irá notificar ambos para que devolvam o documento. “Eles não valem nem a moldura que o Município gastou para homenageá-los na ocasião”.

Votaram contra os vereadores Pietro Arnaud (REDE) e Valter de Souza – “Valtão” (PROS). “Eu não me sinto na condição de votar favoravelmente à revogação dessa lei, em respeito aos nossos ex-colegas de Câmara, Doutor Pascoal e Júlio Küller, com quem eu tive a oportunidade de legislar”, justificou “Valtão”.

O título ao ex-presidente Lula foi concedido em 2001, de autoria do ex-vereador Pascoal Adura, e o título ao ex-deputado André Vargas foi concedido em 2007, de autoria do ex-vereador Júlio Küller.

Fonte – Blog do Fabio Campana




Deixe seu comentário