Campo Grande, 29/05/2024 20:26

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 09 abr, 2024

Após mais de uma década de ausência, Lula visitará Campo Grande em agenda do agronegócio


Presidência confirmou visita a Capital de MS para o dia 12 para despachar primeiro envio de carne para a China de unidade do JBS da Capital; ele também poderá ir à Expogrande

( Correio do Estado – Edurdo Miranda e Daniel Pedra) – O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, virá a Campo Grande na próxima sexta-feira (12) pela manhã. A informação foi confirmada pela deputada federal e pré-candidata a prefeita da Capital, Camila Jara (PT) e pela assessoria do deputado federal Vander Loubet (PT).

Lula vem a Campo Grande anunciar a ampliação das exportações de carne do Brasil para a China. O evento deve ser realizado na unidade da JBS da Capital, na saída para Sidrolândia. De lá será despachado o primeiro carregamento dos 38 frigoríficos brasileiros recém-habilitados para exportar para a China.

Além da unidade da saída para Sidrolândia, a unidade do Jardim Carioca também está habilitada para exportar para a China.  Há ainda a possibilidade de que Lula compareça à Expogrande, agenda que ainda não foi confirmada.

O Correio do Estado apurou que a diretoria da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul) ainda não sabia da vinda de Lula ao Estado. Nem o presidente, nem o ministro da Agricultura, Carlos Favaro, não haviam sido convidados até então para a feira, que teve início na quinta-feira (4).

Além das duas unidades da JBS de Campo Grande, a Marfrig em Bataguassu, a Boibras em São Gabriel do Oeste, e a JBS de Naviraí, também estão estão habilitados para exportar carne para China.
A intenção da agenda é aproximar o presidente da Republica do agronegócio, setor mais alinhado com o ex-presidente Jair Bolsonaro.

No início do mês, o Ministério da Fazenda autorizou a renegociação de um total de R$ 871,5 milhões de parcelas de dívidas contraídas por agricultores de Mato Grosso do Sul. O valor inclui parcelas que já venceram neste ano, ou que ainda estão por vencer, e inclui desde empréstimos para grandes agricultores ou pecuaristas, que usam linhas como o Plano Safra ou Fundo Constitucional do Centro-Oeste, ou até mesmo pequenos agricultores, que são atendidos pelo Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf).

Lula não vem a Mato Grosso do Sul para compromissos oficiais há mais de 10 anos. Em seus dois primeiros mandatos, o Estado era destino frequente de suas agendas.

Na campanha eleitoral passada, ele não veio a Mato Grosso do Sul. A última vez que esteve no Estado oficialmente, foi nas eleições de 2010, para um comício da então candidata Dilma Rousseff (PT).

Agencia Brasil  –

 

 




Deixe seu comentário