Campo Grande, 24/07/2024 12:19

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 05 out, 2022

Bolsonaro anuncia neutralidade na disputa para o governo de MS


A declaração saiu depois de o presidente recomendar ao vivo durante o último debate da Rede Globo, votos ao deputado bolsonarista Capitão Contar.

(Willams Araújo ) –  O presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou na tarde desta quarta-feira (5) neutralidade no segundo turno das eleições em Mato Grosso do Sul.

O anúncio foi feito em vídeo gravado pelo presidente, em campanha pela reeleição, ao lado da senadora eleita Tereza Cristina (PP-MS) e do deputado federal reeleito Luiz Ovando (PP-MS).

“Estou aqui com a nossa senadora Tereza Cristina lá pelo Mato Grosso do Sul, eleita, e o deputado Luiz Ovando, reeleito. É um estado onde haverá segundo turno e os dois candidatos nos apoiam, e assim sendo, por dever de lealdade e como diz o bom ensinamento político nós ficamos neutro em Mato Grosso do Sul e torcemos para que a população dê escolha o melhor para representar”, declarou Bolsonaro.

A declaração saiu depois de o presidente recomendar ao vivo durante o último debate entre os candidatos à Presidência da República, na Rede Globo, votos ao deputado estadual e bolsonarista Capitão Contar (PRTB).

A mensagem de apoio a Contar, inclusive, mudou o cenário eleitoral em Mato Grosso do Sul, uma vez que o pleito era liderado pelo ex-governador André Puccinelli (MDB) e depois levou Contar para o segundo turno das eleições contra o tucano Eduardo Riedel (PSDB), que também faz campanha para Bolsonaro.

A mudança de postura do presidente deve-se a uma articulação feita por Tereza Cristina, que também é presidente regional do PP, que foi a Brasília exclusivamente para tratar do assunto.

Durante a gravação, a ex-ministra da Agricultura agradeceu o apoio do Executivo. “Obrigado presidente pelo seu apoio na minha eleição e quero dizer que nós estamos juntos para o segundo turno, estamos aí firmes para ganhar o segundo turno e reeleger o senhor presidente do Brasil.

Da mesma forma, Ovando deixou a sua mensagem. “Isso porque o Brasil hoje é nosso, nós recuperamos a nossa nação e vamos mantê-la com o auxílio de todos os sul-mato-grossenses com o nosso presidente”.




Deixe seu comentário