Campo Grande, 27/05/2024 12:56

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 11 abr, 2024

Prefeita Adriane não participará da recepção ao presidente Lula


A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), pode não participar do evento em que a unidade da JBS, de Campo Grande, vai despachar seu primeiro carregamento de carne para a China, na próxima sexta-feira e que contará com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

A prefeita disse ao Correio do Estado que no mesmo dia em que o presidente Lula estará na Capital do Estado, ela irá a São Paulo (SP), onde deve se encontrar com o governador daquele estado, Tarcísio de Freitas (Republicanos).

O encontro entre Adriane Lopes e o governador de São Paulo foi agendado, segundo Adriane, pela ex-ministra da Agricultura e senadora Tereza Cristina (PP), que também tem desempenhado o papel de madrinha e guru política da prefeita da Capital.

Adriane, apesar de não ter dado certeza de que participará da agenda oficial de Lula em Campo Grande, afirmou que irá tentar reagendar a visita para a Capital paulista, pois teria ficado sabendo da visita de Lula apenas nesta quarta-feira (10).

Em meio a pré-campanha para a prefeitura de Campo Grande, Adriane tem buscado se alinhar ao bolsonarismo, enquanto a deputada federal Camila Jara (PT), tem reivindicado a pré-candidatura oficial a prefeitura de Campo Grande apoiada por Lula. Rose Modesto (União Brasil), superintendente da Sudeco, ocupa cargo federal e, se não está diretamente alinhada com o governo federal, também não tem criticado, até porque participa da coalizão que está no governo.

No evento, Lula vai despachar, a partir da maior unidade da JBS, localizada na saída para Sidrolândia, em Campo Grande, o primeiro carregamento de carne bovina de Mato Grosso do Sul para a China. No mês passado, o país asiático ampliou em mais 38 o número de unidades no Brasil habilitadas para o envio de carne bovina, cinco delas estão em Mato Grosso do Sul, sendo que duas estão na Capital e pertencem ao grupo JBS.

EDUARDO MIRANDA E JOÃO GABRIEL VILALBA – Correio do Estado




Deixe seu comentário