Campo Grande, 21/05/2024 12:41

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 11 abr, 2024

Vereador é contra estacionamento rotativo


O vereador Ayrton Araújo, líder da bancada do PT na Câmara Municipal, votou contra o
projeto de lei da prefeita Adriane Lopes, que recria o SER – Serviço de Estacionamento
Rotativo (pago) no município de Campo Grande, por entender que essa cobrança é um
verdadeiro cheque em branco para permitir o executivo estender a cobrança de
estacionamento nas vias públicas dos bairros da Capital onde se constatar grande movimento
no comércio local.

Essa cobrança poderá chegará aos bairros da periferia a qualquer tempo, basta a prefeita se
incomodar com o bom movimento comercial nas principais ruas para instalar o Serviço de
Estacionamento Rotativo, vindo a causar prejuízos incalculáveis aos pequenos e médios
comerciantes e moradores da periferia da nossa cidade, assinala o vereador.

Como exemplo de locais que seriam seriamente prejudicados com a cobrança do Sistema de
Estacionamento Rotativo (SER) o vereador Ayrton Araújo cita as seguintes rua e avenidas: Rua
Pontalina, no Santo Eugênio / Universitário, Rua Padre Musatuma, bairro Itamaracá, Rua Ana
Luiza de Souza, Bairro Pioneiros, Rua Bom Pastor, no Bairro Vilas Boas, Avenida Marinha, no
Cophavila II, Avenida Guaicurus, Avenida dos Cafezais, Aero Rancho, Cohab, Moreninhas, entre
outros bairros de nossa capital.

O projeto aprovado pela Câmara na Sessão Ordinária do dia 8/4, autoriza a prefeitura praticar
em qualquer lugar da cidade a modalidade do estacionamento pago. Vale ressaltar que grande
parte do comércio instalado nos bairros, já tiveram os seus dias de gloria no centro de Campo
Grande e, hoje correm o sério risco de reviverem o pesadelo de não poder estacionar os seus
carros próximos do seu comércio, correndo o risco de verem os seus veículos roubados, haja
vista que a segurança nas principais ruas é precária, imagine nas vias transversais.

Para votar contra o projeto, Ayrton Araújo cita o artigo 1º do projeto que autoriza o poder
executivo a cobrar estacionamento no centro e na periferia de Campo Grande:
Artigo 1. Fica o poder executivo autorizado a proceder a concessão por meio de outorga
onerosa, mediante certame de licitatório, instaurado na modalidade de concorrência, a
exploração do Sistema de Estacionamento Rotativo – SER, pago nas vias públicas do Município
de Campo Grande MS.

Eu sempre voto nos projetos que beneficia a sociedade, mas nesse eu voto contra, entendo
que penaliza o comércio, o comerciante e toda a população dos nossos bairros, chega de tanta
terceirização e concessão para que a iniciativa privada explore cada vez mais o nosso povo já
sacrificado com tantos impostos e taxas cobradas pelo poder público, concluiu o vereador
Ayrton Araújo do PT.




Deixe seu comentário