Campo Grande, 20/06/2024 22:06

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 05 dez, 2023

Zeca cobra informações sobre recursos do BID que vão financiar ações no Pantanal


 

O deputado estadual Zeca do PT apresentou requerimento nesta terça-feira (5) solicitando informações a respeito dos recursos que serão direcionados a Mato Grosso do Sul, através do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), para ações de conservação e preservação ambiental do Pantanal. O Banco anunciou investimentos na ordem de R$ 2 bilhões que serão aplicados em projetos e ações no bioma.

O requerimento do deputado Zeca foi encaminhado ao secretário-executivo do Ministério de Agricultura e Pecuária, Irajá Rezende de Lacerda, e ao titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc), Jaime Verruck. Nele, o parlamentar questiona também quais serão os projetos do que têm a previsão de recebimento de recursos do programa BID-Pantanal.

No mês de setembro foi anunciado o investimento de cerca de R$ 2 bilhões que serão financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento visando ações de conservação e preservação ambiental do Pantanal nos Estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Desde então a sociedade não recebeu mais detalhes a respeito da utilização desse montante. Enquanto parlamentar, é nossa função fiscalizar onde serão empenhados esses recursos e quais municípios serão atendidos”, justificou Zeca do PT.

Zeca ressaltou a importância de estabelecer um diálogo permanente para determinar a aplicação desses recursos do BID-Pantanal. “É imprescindível que os municípios pantaneiros sejam convidados para debater sobre as ações e projetos que serão financiados”, enfatiza o deputado estadual.

O requerimento apresentado por Zeca do PT estabelece o prazo de 48 horas para resposta dos questionamentos. “Caso essas informações não sejam disponibilizadas pela Semadesc e pela secretaria executiva do Ministério de Agricultura e Pecuária, não descarto a iniciativa de acionar a Justiça para ter essas respostas“, finalizou Zeca




Deixe seu comentário