Campo Grande, 19 de setembro de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Artigos

Artigos • 30 jun, 2020

Depois de três meses de pandemia, planos de saúde são obrigados a cobrir testes para o coronavirus


 

Claudio Henrique de Castro)

Os convênios de planos de saúde no Brasil têm 47 milhões de usuários e o setor lucra mais de R$ 6 bilhões por ano (dados de 2016);

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) finalmente incluiu na lista de coberturas obrigatórias o teste para o novo Coronavírus.

A decisão foi tomada no dia 25 de junho (quinta-feira).

Resumo: com três meses de pandemia instalada no Brasil, somente agora a ANS diz que os planos têm que realizar os testes. Quase 60 mil pessoas já morreram.

Ótimo para os planos pois durante 90 dias os testes foram cobrados dos incautos.

A cobertura é obrigatória nos casos em que o paciente tenha um dos quadros clínicos de síndrome gripal e da síndrome respiratória aguda grave.

Não foi previsto o teste para pacientes assintomáticos.

Clinicamente, esse tipo de testagem é indicado a partir do oitavo dia de início dos sintomas.

Enquanto isto, o Brasil é o país que menos testa no mundo e a pandemia está descontrolada, sem o isolamento social necessário, sem hospitais de campanha montados devidamente – e boa parte das autoridades discursando e dizendo que está tudo bem ou o já consagrado “e daí” do presidente da República.

Resumo da ópera: os convênios faturam bilhões ao ano e a população que deveria ser testada em massa não tem acesso pleno aos testes. Os pagantes de planos de saúde podem testar, mas somente mediante critérios rigorosos para fazê-lo.




Deixe seu comentário